fbpx

Starship SN4 da SpaceX Passa Em Teste Crucial de Pressão

O mais novo protótipo da Starship da SpaceX, a nave espacial que pretende ser usada para colonizar Marte, passou no teste crucial de pressão, isso faz com que ela esteja pronta para a próxima etapa que é fazer o primeiro teste de voo.

A Starship SN4, como é chamada, sobreviveu ao teste criogênico no domingo dia 26 de abril de 2020, teste esse que aconteceu no local de testes da SpaceX em Boca Chica, no Texas.

Elon Musk foi ao Twitter e ficou muito animado com o teste, e isso tem um motivo especial. Nesse teste, o veículo é preenchido com nitrogênio líquido criogênico para simular as condições que a nave deve experimentar durante as missões operacionais, que usa propelente ultra frios também. Mas esse teste não é tranquilo de ser feito, tanto que as 3 naves anteriores explodiram durante esse mesmo teste, que foram realizados nos últimos 5 meses.

A SN4, como é chamada, pode agora prosseguir para próxima etapa da sua campanha de desenvolvimento, o teste de motores, nessa próxima etapa o momento crucial será o teste estático que será feito com um único motor Raptor em solo. De acordo com Elon Musk, o teste estático deve ser realizado ainda no final dessa semana.

Se tudo correr bem com o teste estático, a SN4 (Serial Number 4) estará pronta para o teste de voo, num primeiro teste, não tripulado, a intenção é fazer a nave subir até 150 metros de altura. A SN4 será o primeiro protótipo completo da Starship que deve voar, e o segundo protótipo de todo esse processo a subir aos céus, quem não se lembra do emocionante teste feito com o Starhopper.

Passado esse primeiro teste de voo, entra em ação os outros protótipos que devem voar mais alto. Por exemplo, a SN5 já utilizará 3 motores Raptors e com isso poderá alcançar uma altura maior ainda, e assim, os testes irão se desenrolar sucessivamente até que a Starship possa fazer seu primeiro teste orbital.

A Starship operacional, terá 6 motores Raptors. A nave espacial com 50 metros de altura será lançada impulsionada pelo gigantesco foguete conhecido como Super Heavy, que será impulsionado por 37 motores Raptors.

Ambos os veículos serão reutilizáveis. O Super Heavy irá pousar de forma vertical na Terra logo depois do lançamento, de uma forma parecida com o que acontece com os primeiro estágios do foguete Falcon 9. Cada Starship, será capaz de fazer muitas missões entre a Terra e Marte, ou entre a Terra e a Lua, ou para qualquer lugar que seja necessário (quem sabe resgatar o Hubble e colocar ele num museu). A Starhip sozinha será capaz de ser lançada tanto de Marte como da Lua, já que a força gravitacional e a velocidade de escape nesses corpos é bem menor que a da Terra. O Super Heavy é necessário para tirar a Starship da força da Terra.

A SpaceX pretende fazer muitas Starships, se tudo correr de acordo com o planejado. A visão de longo prazo do Elon Musk envolve mandar uma grande frota de veículos com 100 passageiros para Marte a cada 26 meses, quando a Terra e Marte estão na posição ideal para os lançamentos. Musk vê a Starship e o Super Heavy como uma maneira de reduzir muito o custo para que possa colonizar Marte, uma ambição que ele tem, talvez desde criança, e desde que fundou a SpaceX em 2002, um sonho que pode parecer economicamente viável, e que a cada teste como esse fica um pouco mais próximo.

Fonte:

https://www.space.com/spacex-starship-sn4-prototype-pressure-test-success.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .