fbpx
28 de novembro de 2021

SpaceX Diz que Teste com Falcon 9 Foi Um Sucesso

A ignição estática de 3.5 segundos no último Sábado (11 de Março de 2010) dos motores de querosene e oxigênio líquido do Falcon 9 ocorreu na base de lançamento reconstruída na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral na Flórida. Essa ignição ocorreu na seqüência de um teste abortado uma semana antes devido a uma válvula configurada de maneira incorreta/

O teste feito com sucesso pela empresa californiana SpaceX clareia o caminho para a missão de inauguração do Falcon 9 – um vôo demonstrativo que irá ocorrer em 12 de Abril na mesma base de lançamento, localizada um pouco ao sul das bases de lançamento do ônibus espacial no Centro Espacial Kennedy.

O presidente Barak Obama propôs adicionar US$ 6 bilhões no orçamento da agência espacial NASA nos próximos cinco anos para que ela ajude empresas como a SpaceX no desenvolvimento de naves espaciais que podem transportar astronautas  para a Estação Espacial Internacional, o que eles desejam que ocorra até no mínimo 2020.

Com a frota de ônibus espaciais da NASA se aposentando, devido a precauções de custo e de segurança, a agência americana tem transportado objetos e pessoas para a estação espacial com um acordo como governo russo, onde paga US$ 15 milhões por lugar na sua nave.

Obama planeja um encontro de cúpula na Flórida no próximo mês para discutir os planos espaciais dos EUA.

A empresa SpaceX é comandada por Elon Musk e já tem um contrato com a NASA de US$ 1.9 bilhão para desenvolver e lançar os foguetes Falcon 9 e as cápsulas Dragon, que farão o serviço de reposição de mantimentos para a Estação Espacial Internacional.

Outra empresa com sede na Virginia, chamada Orbital Sciencs Corp. tem também um contrato com valor semelhante para lançar em 2011 o sistema Taurus II-Cygnus.

A SpaceX disse que precisa de três anos para desenvolver e lançar  o sistema Dragon e outras atualizações ao Falcon 9 para poder transportar astronautas.

“O que nós estamos fazendo agora é como se fosse um teste beta”, dis Musk. “A fase beta só termina quando o foguete estiver pronto para no mínimo um , mas de forma segura para dois ou três vôos em órbitas consecutivos”, completou ele.

Fonte:

http://spaceflightnow.com/falcon9/001/100313staticfire/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo