fbpx
27 de fevereiro de 2024

Soyuz MS-11 É Lançada Com Sucesso Levando 3 Novos Tripulantes Para a ISS

Lançamento Soyuz MS-11 from SpaceToday on Vimeo.

Um foguete russo Soyuz foi lançado nessa segunda, dia 3 de Dezembro de 2018 com destino a ISS, levando um coronel do exército norte-americano, um cosmonauta veterano e um engenheiro de voo canadense. A viagem até a ISS deve durar cerca de 6 horas.

O foguete de 3 estágios decolou do histórico Launch Pad No.1 no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 9:31, hora de Brasília, com o comandante russo Oleg Kononenko, no assento central, com o engenheiro de voo da Agência Espacial Canadense, David Sanit-Jacques à esquerda e com a astronauta da NASA Anne McClain à direita.

Menos de 9 minutos depois, o terceiro estágio da Soyuz lançou os três passageiros em sua cápsula Soyuz MS-11, colocando-os em trajetória para se acoplar com o módulo Poisk da ISS depois de 6 horas de viagem.

Kononenko, Saint-Jacques e McClain devem ficar no espaço até algum momento no ano de 2019, a duração final da missão ainda não está clara, já que tanto a ROSCOSMOS como a NASA continuam fazendo o replanejamento das missões para a ISS depois do acidente de 11 de Outubro de 2018. Devido ao acidente, a ISS ficou com 3 tripulantes durante um período extenso de tempo, o que não é desejado, e agora é necessário toda uma nova programação.

Com a tripulação lançada nessa segunda-feira, dia 3 de Dezembro de 2018, a ISS ficará com 6 tripulantes até o dia 20 de Dezembro quando os residentes atuais da estação voltam para a Terra.

O lançamento da Soyuz MS-11 marcou o primeiro voo tripulado desde o acidente de 11 de Outubro de 2018. O acidente ocorreu devido a um sensor deformado que fazia parte do sistema de separação dos boosters laterais, essa deformação, causou um problema na hora da separação dos boosters, um deles ficou preso por um tempo a mais, o que colocou todo o foguete em uma trajetória fora de controle. Os tripulantes, foram ejetados e não sofreram grandes problemas.

Fonte:

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo