Sonda OSIRIS-REx Passa A Apenas 250 Metros De Distância do Ponto Osprey No Asteroide Bennu E Faz Mosaico Espetacular

A imagem acima mostra o local chamado de Osprey e que fica no asteroide Bennu, esse local é o local de backup de coleta de amostra para a sonda Bennu, caso ocorra algum tipo de problema com o local escolhido como primário. A imagem na verdade é um mosaico feito com 347 imagens registradas pela sonda OSIRIS-REx da NASA no dia 26 de maio de 2020, pela sua câmera conhecida como PolyCam e que foram integradas e corrigidas para produzir o mosaico que podemos ver acima. A resolução da imagem é impressionante, 5 mm por pixel. A sonda fez as imagens durante a sua passagem de reconhecimento sobre o local quando ficou a apenas 250 metros de distância dela. Essa é a imagem mais próxima do Osprey já feita. A passagem foi feita para fornecer a imagem de alta resolução e para que nessa imagem fossem estudados os locais que podem servir como local de coleta, caso o Osprey seja necessário de ser usado pelos pesquisadores da missão.

O local de coleta selecionado está localizado na cratera que fica na parte inferior da imagem, logo acima de uma mancha escura no centro da cratera. O longo, e claro pedaço de rocha à esquerda da mancha escura, chamado de Strix Saxum, tem 5.2 metros de comprimento. O mosaico está rotacionado de modo que o leste do Bennu está na parte de cima da imagem.

Osprey não é o local principal de coleta da amostra do asteroide Bennu, ele é o que chamamos de local backup para a missão. O local de coleta de amostra se chama Nightingale, e a coleta deve ser feita no dia 20 de outubro de 2020.

Fonte:

https://www.nasa.gov/feature/goddard/2020/osiris-rex-swoops-over-sample-site-osprey

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo