Sonda Opportunity Passa Por Pequena Cratera em Marte e Rompe Barreira dos 30 km Percorridos

Uma jornada de 146.8 metros no dia 1 de Junho de 2011, fez com que a sonda da NASA Mars Exploration Rover Opportunity passa-se os 30 km no seu odômetro depois de 88 meses vagando pela superfície de Marte. Isso é equivalente a 50 vezes a distância originalmente planejada para a missão e mais de 12 vezes a distância percorrida numa corrida de cavalos, por exemplo.

A Opportunity passou por diversas crateras durante a sua turnê. Uma das mais jovens é a cratera Skylab, que a sonda passou no mês passado. As rochas dispersas pelo impacto de um meteorito ao redor da cratera resultante podem ser vistos na imagem abaixo e foram registrados pela sonda no dia 12 de Maio de 2011.

Essa cratera informalmente leva o nome da primeira estação espacial americana e tem somente 9 metros de diâmetro. A Opportunity passou por ela à medida que avança para o seu destino final que é a cratera Endeavour, que tem 22 km de diâmetro.

As posições das rochas dispersas com relação às ondulações na areia sugerem que a Skylab é uma jovem cratera de Marte. Os pesquisadores estimaram que ela foi formada por um impacto ocorrido a 100000 anos atrás.

A sonda Opportunity e a sua irmã gêmea a Spirit completaram seus primeiros três meses de missão, cumprindo assim o objetivo inicial da missão em Marte em Abril de 2004. Ambas as sondas continuaram por anos como uma extensão da missão. Ambas as sondas fizeram importantes descobertas sobre o antigo ambiente molhado do planeta Marte, ambientes esses que podem ter em algum momento da história de Marte terem sido favoráveis ao desenvolvimento da vida no planeta. A sonda Spirit está sem comunicação com a Terra desde Março de 2010, e depois de tentativas no mês de Maio de 2011 de comunicação com a sonda ela foi dada oficialmente como morta.

Fonte:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.cfm?release=2011-170

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo