Sonda Opportunity da NASA Cruza Marco Histórico de 20 Milhas (32 Km) Percorridos na Superfície de Marte

Mais de sete anos no que foi originalmente planejado para ser uma missão de três meses em Marte, a sonda da NASA Mars Exploration Rover Opportunity chegou a uma marca incrível, ela acabou de completar 32 quilômetros, ou seja, 20 milhas percorridas na superfície de Marte, ou mais de 50 vezes a distância originalmente planejada para essa sonda robô.

Com um trajeto de 124 metros, ou 407 pés, completados no dia 17 de Julho 2011, a Opportunity passou a marca de 20 milhas. Esse trajeto fez com que a sonda ficasse a poucos trajetos de alcançar o anel da cratera Endeavour, o destino escolhido desde 2008 pela equipe da Opportunity. A Endeavour é uma cratera que tem aproximadamente 22 quilômetros de diâmetro e o seu anel oeste expõe afloramentos que registram informações mais antigas sobre o planeta Marte, que qualquer outro local já investigado pela sonda Opportunity. A sonda encontra-se agora a 1.3 quilômetros do local que escolhido como ponto de chegada ao anel da cratera.

“Os números não são realmente importantes como o fato de termos viajado muito mais além do que se esperava durante essa missão e de termos visitados locais muito interessantes com a sonda Opportunity”, disse Alfonso Herrera, gerente da missão da sonda no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, na Califórnia, que trabalhou na missão da sonda desde antes do lançamento em 2003.

O último percurso incluiu a detecção de alvos ameaçadores para sonda o que fez com que ela parasse por um tempo para avaliar melhor a situação antes de continuar a caminhada.

Herrera disse: “ A detecção de obstáculos ameaçadores fez com que tivéssemos que percorrer uma distância um pouco maior nos últimos meses. Isso fez com que viajássemos entre 10 e 15 por cento a mais nessa pernada”.

O ponto marcante aconteceu no dia marciano chamado de sol 2658, de exploração da sonda em Marte. A Opportunity teve que em alguns momentos dar marcha a ré. Essa é uma técnica que faz com que se possa estender a vida do motor na roda direita frontal que algumas vezes sofre mais do que os motores das outras cinco rodas.

Bill Nelson do JPL, chefe da equipe de engenharia da missão, disse, “É como se a Opportunity tivesse uma artrite no ombro de seu braço robótico e isso força um pouco mais a roda direita frontal, mas por outro lado ela está fazendo um trabalho muito bom depois de sete anos em Marte, o que é igual a 70 anos em anos de sonda. A elevação da roda frontal direita é uma preocupação, mas uma combinação de aquecimento e de marcha a ré mantém ela em boas condições para mais 2000 sols em Marte”.

A Opportunity e a sua irmã gêmea, a sonda Spirit completaram seus três meses de missão em Março e Abril de 2004. Ambas as sondas continuaram a missão por anos como bônus. Porém, a Spirit cessou sua comunicação com a Terra em Março de 2010. Ambas as sondas fizeram descobertas importantes sobre os ambientes úmidos no antigo planeta Marte que pode ter sido um local favorável para o desenvolvimento da vida microbiana.

O Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, uma divisão do Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena, administra o Exploration Rover Project para o NASA Science Mission Directorate em Washington. Mais informações sobre as sondas podem ser acessadas aqui: http://www.nasa.gov/rovers.

Fonte:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.cfm?release=2011-217

 

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.