Sonda LRO Indica Que Gelo Na Lua Pode Estar Na Superfície e Ser Acessado Mais Facilmente

observatory_150105Você sabia que um dos instrumentos mais importantes embarcado na sonda LRO é da Rússia? O Instituto de Pesquisas Espaciais de Moscou construiu o Lunar Exploration Neutron Detector, ou LEND, que tem como objetivo mapear a distribuição do hidrogênio perto da superfície lunar. Os raios cósmicos que atingem a Lua desalojam os nêutrons dos átomos no solo, e assim a partir da abundância de nêutrons de hidrogênio menor que 100 ppm podem ser detectados com uma resolução de 5 km. A premissa é que os mapas de hidrogênio são na verdade mapas das localizações e das quantidades de depósitos de gelo de água próximos da superfície. Era pensado anteriormente que o gelo estaria localizado no fundo das crateras que estavam permanentemente nas sombras, mas como mostra o vídeo acima, as concentrações de hidrogênio podem ocorrer fora desses locais que estão de forma permanente na sombra. A razão para isso ainda é um mistério mas se for verdade, logicamente que acessar a água em regiões que não estejam no fundo das crateras que estão sempre na sombra e que por consequência são crateras que possuem uma temperatura muito baixa, seria algo tecnologicamente muito mais fácil.

Fonte:

http://lpod.wikispaces.com/June+5%2C+2013

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo