fbpx
22 de fevereiro de 2024

Sonda LRO da NASA Registra Um Último Resquício do Solo Original de Uma Cratera na Lua


A cratera Humboldt na Lua é uma grande cratera de interior fraturado com 207 km de diâmetro localizada no limbo leste da Lua quando observada da Terra, a aproximadamente 760 km ao sul do Mar Smythii. As bordas do interior fraturado são parcialmente cobertas pode depósitos escuros do manto da Lua, os quais suspeitam-se tenham origem piroclástica.

A imagem de hoje, mostra a base de uma cratera sem nome, localizada na borda oeste do interior da cratera Humboldt, com um diâmetro de 5.7 km. A forma em bumerangue da área plana no centro da imagem é o interior original, interior esse que é circundado por taludes contínuos do anel da cratera.

A forma inicial tomada pela cratera logo após o evento de impacto que a gerou acredita-se seja uma forma de taça simétrica, sendo que a cratera perdeu massa de forma gradativa modificando dessa forma o seu interior. Especialmente em crateras pequenas da Lua, as cavidades em forma de taça são transformadas pelo processo em formas de cones invertidos. Essa cratera sem nome na Humboldt pode estar passando agora por esse processo para tomar a forma completa de um cone em algum ponto no futuro. Se isso for verdade nós temos sorte de estarmos podendo observar o assoalho original da cratera antes dele ser totalmente enterrado e soterrado e não mais dando as caras para nós.

Fonte:

http://lroc.sese.asu.edu/news/index.php?/archives/477-Last-Portion-of-Original-Floor.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo