fbpx

SOLAR ORBITER – A MISSÃO QUE ESTUDARÁ OS POLOS DO SOL | SPACE TODAY TV EP2105

VENHA PARTICIPAR DO CURSO DE ASTRONOMIA DO SPACE TODAY E GANHE O KIT DO ALUNO ATÉ DIA 10 DE FEVEREIRO

<a href=”http://academyspace.com.br/bigbang” target=”_blank” rel=”nofollow”>http://academyspace.com.br/bigbang

————————————————————————————————————

ASSISTA O VÍDEO DA NED:

https://www.youtube.com/watch?v=ywmXvsHBBp4

————————————————————————————————————

VISITE A LOJA DO SPACETODAY:

https://www.spacetodaystore.com

————————————————————————————————————

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

————————————————————————————————————

ESCUTE O PODCAST HORIZONTE DE EVENTOS – EPISÓDIO DE HOJE – BETELGEUSE

https://soundcloud.com/user-956768544/horizonte-de-eventos-episodio-7-betelgeuse-vai-explodir

————————————————————————————————————

Estudar o Sol é algo extremamente importante, porém é algo extremamente complicado.

Atualmente temos uma bela de uma missão estudando a nossa estrela, a Parker Solar Probe.

Óbvio que é uma missão muito importante, que passa bem perto do Sol, está estudando o vento solar, entendendo as propriedades da coroa solar, entre outras coisas.

Mas, no Sol, existe uma área muito importante e que ainda é muito pouco entendida, os seus polos.

Basicamente, tudo que foi feito até hoje, com relação a estudos do Sol, foi feito numa visão direta, no plano da eclíptica, com muita pouca inclinação.
Bem, antes dos especialistas chegarem aqui nos comentários, vamos corrigir uma coisa, em 1990, a NASA e a ESA lançaram uma sonda para estudar os polos solares.

Seu nome Ulysses, ela fez 3 passagens pelo Sol, até ser aposentada em 2009.

Ela tinha uma órbita polar, porém, ela nunca chegou a passar muito perto do Sol, ela passou sempre a uma distância do Sol, maior que a distância da Terra ao Sol.

Além disso, ela fez medidas somente do ambiente ao redor da espaçonave.

Os polos do Sol guardam segredos seculares, por exemplo, por que o ciclo solar de manchas dura 11 anos?

Essa resposta está nas variações que o campo magnético solar sofre, e para responder a essa pergunta é preciso estudar os polos do Sol.

Juntando tudo isso, a necessidade de entender o campo magnético do Sol, a vontade de conhecer os polos da nossa estrela, e o fato de se ter outra sonda estudando o Sol junto com a Parker, a ESA e a NASA irão lançar uma nova missão ao Sol.

Essa missão é a Solar Orbiter.

A primeira tentativa de lançamento dela será no dia 8 de Fevereiro de 2020, à 1:15 da madrugada, no horário de Brasília.

A sonda será lançada a bordo de um foguete Atlas V da ULA.

Ela usará a assistência gravitacional da própria Terra e de Vênus para sair fora do plano da eclíptica e assim poder passar sobre os polos do Sol.

No decorrer dos 7 anos de missão, a Solar Orbiter irá atingir uma inclinação de 24 graus acima do equador do solar, podendo chegar até a 33 graus, com uma extensão de 3 anos da missão.

A sonda passará a 41 milhões de km de distância do Sol, no seu ponto mais próximo.

Isso fará com que a sonda passe numa distância menor que a órbita de Mercúrio.

A sonda carrega 4 instrumentos de medidas e 6 imageadores para observar a nossa estrela.

Para suportar as altas temperaturas, a sonda é equipada com um escudo de calor de titânio, coberto com fosfato de cálcio, isso irá reduzir drasticamente a temperatura da sonda, permitindo que os instrumentos operem normalmente.

A Solar Orbiter irá realizar uma missão conjunta com a Parker Solar Probe.

Enquanto a Parker Solar Probe estiver mergulhando no Sol, passando bem perto, a Solar Orbiter num ponto mais distante fará imagens importantes que servirão para contextualizar as medidas feitas pela Parker.

Além disso, em determinados momentos, as duas sondas estarão medindo as mesmas linhas do campo magnético do Sol, e até mesmo o mesmo fluxo de vento solar.

Isso será fundamental para que possamos ampliar e muito o nosso conhecimento sobre a estrela mais importante para todos nós, o Sol.

#SolarOrbiter #NASA #ESA #ULA #SpaceToday

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .