SERÁ QUE O UNIVERSO É CÍCLICO? | SPACE TODAY TV EP2189

VISITE A LOJA DO SPACETODAY:

https://www.spacetodaystore.com

——————————————————————–

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

——————————————————————–

Será que o universo teve mesmo um início?

Será que ele terá um fim?

Ou será que ele é algo cíclico?

A parte fascinante da cosmologia é exatamente isso, brincar com o destino do universo.

Os cosmologistas ficam procurando evidências para tentar descobrir de onde veio o universo e para onde ele vai.

A teoria mais aceita atualmente, com base num grande conjunto de evidências é que o universo teve um início explosivo, que chamamos de Big Bang e desde então vem se expandindo.

O que acontecerá no futuro, ninguém sabe ao certo, ele pode parar de expandir e congelar, ele pode parar de expandir, e se comprimir novamente, ou ele pode parar de expandir, retornar e depois voltar a crescer.

Outra coisa, estudar o início do universo não é algo muito fácil, temos um limite onde conseguimos ir, que é dado pelo que chamamos de radiação cósmica d fundo ou CMB.

Essa CMB já foi mapeada, e de acordo com alguns pesquisadores, interpretar o que está na CMB é a chave para entendermos o que aconteceu e o que acontecerá com o universo.

Uma das ideias mais interessantes, é que o universo seja algo cíclico e para isso existe até mesmo uma teoria, chamada de Conformal Cyclic Cosmology.

Essa teoria foi proposta por Roger Penrose e diz basicamente que o universo interage através de ciclos infinitos, sendo que a cada iteração você tem um novo Big Bang.

Penrose escreveu um livro chamado Cycles of Time: An Extraordinary New View Of The Universe, onde popularizou essa teoria e descreveu suas bases.

Tudo é muito bonito, muito poético e soa até mesmo como ficção, mas a questão é, seria possível encontrar evidências para isso?

E a resposta é sim, Penrose diz que a prova está na CMB.

De acordo com ele no mapa da CMB seria possível identificar anomalias em forma de círculos concêntricos e essas anomalias provariam isso, seriam sinais de um universo anterior.

Essas anomalias recebem o nome de Pontos de Hawking, pois seriam na verdade a evaporação de buracos negros supermassivos de uma era anterior, assim como propôs Stephen Hawking, deixando a marca no nosso universo atual.

Isso já foi identificado mesmo?

Na verdade existe uma grande disputa sobre isso, alguns grupos de pesquisa dizem que sim e outros apontam que não.

Penrose, junto com outros autores publicou recentemente um novo artigo onde usa o cálculo de variação de temperatura no mapa da CMB para encontrar essas anomalias.

Não é um trabalho fácil, precisa ser verificado através de milhares de simulações com outras bases de dados, mas de acordo com eles as variações na temperatura indicariam essas anomalias.

E essas anomalias por sua vez indicariam a verificação da ciclicidade do universo.

Tudo bem, parece que ainda é muito cedo para decidir, e os trabalho ainda irão continuar.

Enquanto isso fica a questão, para você, o universo é cíclico ou terá um fim?

Deixe nos comentários.

Fontes:

https://arxiv.org/pdf/1808.01740.pdf

#CONFORMALCYCLICCOSMOLOGY #COSMOLOGY #SPACETODAY

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.