Raios da Cratera Gratteri em Marte

A Cratera Gratteri se localiza a aproximadamente 150 quilômetros ao sudeste das rochas ejetadas que criaram milhões de crateras secundárias na região no mínimo em uma largura de 500 quilômetros.

Muitas dessas crateras secundárias são concentradas em raios, ou linhas que se estendem radialmente da Gratteri. As crateras com raios na Lua são normalmente brilhantes em comprimentos de onda do visível, mas em Marte elas são normalmente melhores observadas nos comprimentos de onda térmicos do infravermelho a partir dos contrastes de temperaturas.

Essa imagem confirma que esses raios contém muitas crateras secundárias – elas são pequenas , e com anéis muito bem definidos. Desde que milhões de crateras secundárias se formam de uma só vez, todas elas tem a mesma idade e sofrem o mesmo grau de modificação com o tempo.

Entender a distribuição das crateras secundárias fornece informações sobre os processos de impactos, incluindo escape de rochas que poderiam se tornar meteoritos marcianos na Terra.

Fonte:

http://hirise.lpl.arizona.edu/ESP_020922_1635

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo