fbpx
23 de fevereiro de 2024

Rachmaninoff em Mercúrio

A União Astronômica Internacional (IAU) recentemente aprovou o nome Rachmaninoff para a intrigante feição com dois anéis que aparece na bacia de Mercúrio. Essa bacia que foi imageada a primeira vez de forma completa pela sonda Messenger no seu terceiro sobrevôo sobre Mercúrio, rapidamente despertou interesse científico pois apresenta características interessantes como sua aparência jovem, suas planícies internas com cores distintas e sua extensão. O nome da bacia homenageia o pianista e compositor russo Sergei Rachmaninoff que viveu de 1873 até 1943.

Os nomes das feições identificadas em Mercúrio, por determinação da IAU deverão homenagear artistas, músicos, pintores e autores que fizeram contribuições fundamentais nas suas áreas e que foram reconhecidos como figuras historicamente importantes por mais de 50 anos. O processo de se propor um nome para uma nova cratera ou feição geológica inclui um importante trabalho de coleta de informações fundamentais sobre a feição como a sua latitude e longitude central, e seu diâmetro. Acompanha todo esse processo uma descrição explicando porque tal feição possui interesse científico e deve ser então diferenciada com um nome próprio, assim, é fornecido também uma justificativa para a escolha do nome incluindo fontes que comprovem a contribuição individual do homenageado. Essa nova cratera se junta a outras 42 já designadas com nomes próprios desde o primeiro sobrevôo da Messenger sobre Mercúrio em Janeiro de 2008.

Fonte:

http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/image_feature_1697.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo