Possível Mini-Lua É Detectada Na Órbita da Terra

Os astrônomos do Catalina Sky Survey disseram ter detectado uma rara mini-lua ao redor da Terra. Infelizmente, provavelmente nós não iremos ficar com o nosso novo satélite natural por muito tempo, logo, logo, ele deve se despedir de nós.

A mini-lua, chamada de 2020 CD3 e também conhecida como C26FED2, foi vista pelos astrônomos do Catalina Sky Survey na Universidade do Arizona, no dia 15 de fevereiro de 2020. O pesquisador sênior e especialista KAcper Wierschos, e o especialista Theodore Pruyne, esperaram alguns dias para confirmar a descoberta, já que futuras observações foram necessárias para confirmar o objeto como sendo uma mini-lua da Terra, ou um Temporary Captured Object, TCO, em tradução livre, Objeto Temporariamente Capturado.

O Minor Planet Center, da União Astronômica Internacional, formalmente anunciou a descoberta, adicionando o TCO à sua circular eletrônica em 25 de fevereiro de 2020. As observações feitas indicam que esse objeto está temporariamente ligado a Terra, e não está ligado a nenhum objeto artificial, observações futuras e estudos dinâmicos do objeto são fortemente indicados.

Apesar de raro, o nosso planeta ocasionalmente abriga de forma temporária uma mini-lua, um pequeno asteroide que fica na órbita da Terra por um tempo até que ele consegue se libertar, voltar para o espaço profundo e continuar sua jornada ao redor do Sol.

De acordo com uma série de tweets, feitos por Wierzchos, o 2020 CD3 entrou na órbita da Terra, há três anos e a estimativa é que ele tenha entre 1.9 e 3.5 metros de diâmetro.

O astrofísico Tony Dunn, usou uma simulação orbital para modelar a trajetória orbital do 2020 CD3, enquanto ele orbita a Terra. Espera-se que o objeto deixe a órbita da Terra, em algum momento em abril de 2020 e volte para a sua órbita ao redor do Sol, como disse em um tweet a Space Initiatives Inc.

Se confirmado esse objeto será a segunda mini-lua conhecida da Terra, a outra foi a 2006 RH120, também conhecida como 6R10DB9, que ficou na órbita do nosso planeta entre setembro de 2006 e junho de 2007. Esse objeto, com um diâmetro estimado entre 2 a 3 metros, foi também descoberto pelos cientistas do Catalina Sky Survey.

Grigori Fedorets, um astrônomo na Universidade de Helsinki, disse que a nova descoberta deve ser tratada com cuidado.

“Na minha opinião, é muito cedo para escrever uma história desse objeto”, disse Fedorets. “Pode ser ainda que o objeto seja de origem artificial. A nossa equipe internacional continua trabalhando para restringir a melhor solução”.

Fedorets disse que os cálculos orbitais, quando feitos, com poucos dados, podem resultar em muitas soluções possíveis. À medida que mais dados são adicionados, contudo, as trajetórias orbitais possíveis são mais bem detectadas. Ele disse que o 2020 CD3 parece ter uma órbita geocêntrica.

“Esse é um evento raro, o primeiro foi descoberto a 14 anos atrás, e esse pode ser um segundo”, disse Fedorets. “Objetos como esse permitem que possamos restringir a distribuição da frequência de tamanho de pequenos objetos do Sistema Solar, e, em particular, a população de objetos próximos da Terra”.

De fato, os TCOs, podem ser raros, mas eles têm um grande interesse científico. Em pesquisa publicada em 2018, os astrônomos mostraram que mini-luas poderiam ajudar a entender melhor os asteroides e como eles se formam, além da dinâmica complexa entre os corpos celestes, entre outras coisas. A pesquisa de mini-luas poderia também melhorar a nossa habilidade de detectar objetos que podem estar vindo na nossa direção e que são potencialmente perigosos.

Fonte:

https://gizmodo.com/possible-new-mini-moon-detected-in-orbit-around-earth-1841932377

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.