Planícies Brilhantes e Pequenos Cortes na Lua

O Sol baixo e o processamento suave de tonalidade destacam as diferenças entre a maior parte dos terrenos velhos rugosos e altos vistos nessa imagem da Lua e o preenchimento muito suave visto na parte superior direita da imagem. A localização dessa região na Lua é ao sul do Mare Nectaris e a norte da cratera Janssen, Neander é o largo pico central da cratera com 50 km de diâmetro visto um pouco acima do centro. O material suave ocorre dentro do anel da bacia chamado de Escarpa Altai que é fragmentado mas continuo passando pela Piccolomini para essa área. Esse material não é tão escuro e não possui halos escuros de cratera óbvios, desse modo, provavelmente ele não é lava de mar. Muitos cientistas assumem que essa planície suave relativamente brilhante é formada por material ejetado de outras bacias de impacto, mas se for isso, por que esse material não cobre a área fora da bacia? Talvez a feição mais interessante acredita-se seja a fratura abaixo da Neander. Muitas imagens já foram feitas dessa região, como a mostrada abaixo, e que mostram evidências que isso é um canal e possivelmente também uma falha. A imagem acima, agora indica que esse é um canal que cruzou um domo próximo de onde o canal se curva. Como ele corta as planícies de tonalidades clara, então ele não é um canal de rochas puras de áreas montanhosas, mas isso é ainda mais estranho.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/July+21%2C+2011

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.