Paraquedas Usado Na Descida do Rover Curiosity em Marte É Flagrado em Imagens da HiRISE Balançando ao Vento

msl_chute_01
Imagem colorida mostra o paraquedas do rover Curiosity (parte inferior da imagem) e o escudo protetor do rover (parte superior da imagem) no solo de Marte.

observatory_150105Fotos feitas pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter da NASA mostram como o paraquedas que ajudou o rover Curiosity da NASA a pousar em Marte no mês de Agosto de 2012 tem mudado subsequentemente sua forma no solo do Planeta Vermelho.

As imagens foram obtidas com a câmera High Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE) a bordo da sonda MRO.

msl_chute_02
Imagem detalhada do paraquedas do rover Curiosity em solo marciano.

Essas sete imagens da HiRISE foram adquiridas entre os dias 12 de Agosto de 2012 e 13 de Janeiro de 2013, e mostram mudanças distintas no paraquedas. Nas primeiras quatro imagens só é possível identificar mudanças sutis, talvez explicadas pelas diferenças na visualização e na geometria de iluminação.

msl_chute_03
Animação das sete imagens obtidas pela sonda MRO , mostrando as variações sofridas pela posição do paraquedas do Curiosity em solo marciano devido ao vento.

Em algum momento entre 8 de Setembro de 2012 e 30 de Novembro de 2012, aconteceu uma grande mudança onde a extensão do paraquedas para sudeste (parte inferior direita)foi movida para dentro, de modo que o paraquedas cobrisse uma área menor. No mesmo intervalo de tempo algum material de ejeção escuro ao redor do escudo protetor brilhou, talvez resultado da deposição da poeira do equipamento.

msl_chute_07
Paraquedas do rover Curiosity em ação no dia 6 de Agosto de 2012, dia do pouso histórico do rover em Marte.

Outra mudança ocorreu entre 16 de Dezembro de 2012 e 13 de Janeiro de 2013, quando o paraquedas se curvou um pouco para sudeste. Esse tipo de movimento pode ter levantado poeira e mantido o paraquedas brilhante na superfície, isso ajuda explicar por que os paraquedas da sonda Viking 1 (que pousou em Marte em 1976) permaneceu detectável.

O paraquedas do rover Curiosity é o maior desse tipo já construído, com 65 pés de diâmetro (veja a figura abaixo). O vazio existente entre as seções em branco e em laranja do paraquedas evitou que o paraquedas se rasgasse durante a fase de descida.

msl_chute_04
Paraquedas do rover Curiosity ainda em testes na Terra. Essa imagem mostra aproximadamente o tamanho do paraquedas.

Na imagem abaixo, você tem uma visão tridimensional do paraquedas no solo de Marte, mas para isso é necessário usar aquele seu óculos colorido de 3D (que mesmo na tela do computador apresenta uma visão sensacional, experiência própria).  As linhas de suspensão do paraquedas foram feitas de Technora, com uma fibra similar ao Kevlar. A cor é amarelada, o que faz com que elas não sejam visíveis em imagens como a última imagem do post que mostra o paraquedas do modelo de pouso Phoenix e que possuía tais linhas de suspensão da cor branca.

msl_chute_06
Imagem tridimensional do paraquedas do rover Curiosity em Marte e das redondezas onde ele caiu.
msl_chute_05
Outra imagem espetacular capturada pela câmera HiRISE da sonda MRO mostra a descida do módulo Phoenix em Marte.

Fontes:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.php?release=2013-121&cid=release_2013-121

http://www.uahirise.org/releases/msl-chute.php

http://www.uahirise.org/phoenix-descent.php

http://www.jpl.nasa.gov/spaceimages/details.php?id=PIA16813

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo