fbpx
23 de fevereiro de 2024

Padrões de Materiais Ejetados Pelas Crateras Na Lua São Verdadeiras Obras de Arte Naturais


Em muitos casos os padrões de material ejetado pelas crateras na Lua resultam de uma arte verdadeiramente natural. Diferente do material ejetado na Terra e em Marte, na Lua, esse material não interagem com a atmosfera. Assim, o padrão final no solo reflete unicamente a dinâmica do impacto que gerou a cratera.

A imagem aqui publicada destaca a metade oeste de uma cratera sem nome na Lua, localizada no meio do Mare Serenitatis. A cratera tem um diâmetro aproximado de 470 metros. Como observado na imagem acima, que nada mais é que uma visão detalhada da mesma imagem obtida pela câmera NAC da sonda LRO, um terço da cobertura de material ejetado, a porção oestes, não existe, provavelmente devido a um impacto oblíquo que ocorreu de oeste para leste. Na parte superior da imagem, próximo ao centro da cratera, quase todos os pedaços de rochas foram ejetados para a direção noroeste e sudoeste. As partículas finas, contudo, se estendem para oeste em padrões não diferentes de um laço delicado. Estudar a completa variedade das crateras com distintos padrões de materiais ejetados é fundamental para se entender a dinâmica dos impactos oblíquos que acontecem na Lua.

Fonte:

http://lroc.sese.asu.edu/news/index.php?/archives/483-Natures-Art.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo