fbpx

Os Rastros Estelares no Polo Sul da Terra

Nenhuma estrela mergulha abaixo do horizonte e o Sol nunca fica acima dele nessa impressionante imagem feita com uma longa exposição de 24 horas mostrando o rastro completo das estrelas. Para que os rastros estelares apareçam como círculos completos iguais são mostrados nessa imagem, só se pode fazer uma foto desse tipo em dois lugares da Terra. Esse exemplo foi fotografado no dia 1 de Maio de 2012, com a câmera colocada numa caixa no telhado do MAPO, o Martin A. Pomerantz Observatory no Polo Sul. Diretamente sobre a câmera na apagada constelação de Octans está a projeção do eixo de rotação da Terra, ou seja, o Polo Sul Celeste, localizado no centro de todos os rastros estelares. Não tão bem posicionada como a estrela Polaris e o Polo Celeste Norte, a estrela que deixa um pequeno, mas ainda brilhante círculo ao redor do Polo Celeste Sul é a Beta Hydri. Na imagem acima ainda é possível observar a aparição de uma aurora austral bem registrada graças à exposição de 24 horas.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap120802.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .