fbpx

Os Pequenos Canais Lineares da Lua


Canais lineares na Lua são muitas vezes difíceis de entender. Eles são normalmente modelados como fraturas superficiais que soerguem folhas verticais de magma, ou diques. Mas por que ocorrem diques onde vemos canais? Canais lineares são mostrados como linhas amarelas nesse mapa da Lua mostrado acima, e como você pode ver, muitos são aproximadamente radiais ao Oceanus Procellarum e algumas bacias. A associação com bacias sugere que os diques podem estar relacionados com magma que subiu para a superfície e alimentou as lavas de mares. Mas normalmente considera-se que as lavas do Procellarum não foram suficientes para encher toda a enorme bacia, então por que tantos canais ceracam o Procellarum? Os pesquisadores Pete Schultz e David Crawford – que fizeram o mapa acima – forneceram uma explicação especulativa relacionada com um impacto oblíquo ocorrido na Bacia Polar Sul Aitken do lado escuro da Lua. Eles propõem que tensões antípodas estabelecidas pelo impacto que criou a Aitken, criou uma rede de dutos de magma que alimentavam os mares do lado visível da Lua a maria nearside e localizaram os diques os alimentando. Este é um modelo complicado que tem de ser lido três ou quatro vezes para ser compreendido. É intrigante complexo, mas não podemos dizer se ele está certo. O que o estudo indica é que a localização dos canais linerars na Lua era controlada por forças globais e não apenas os acidentes locais da geologia.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/October+19%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .