fbpx

Observando o Limbo de Titã

As diversas camadas da atmosfera de Titã como observadas pela Cassini em seu sobrevoo do dia 6 de Junho de 2012.

A foto acima mostra um dos objetos mais espetaculares do Sistema Solar e parece com algumas fotos feitas da atmosfera da Terra. Nessa imagem podemos ver as diferentes camadas que compõem a atmosfera da enorme lua de Saturno, Titã. A imagem é uma composição colorida feita a partir de três imagens brutas adquiridas pela sonda Cassini no seu último sobrevoo pelo satélite.

No dia 7 de Junho de 2012 a Cassini se aproximou de Titã, passando a 959 km da sua superfície e fez imagens de porções do quadrante noroeste da lua com seus instrumentos, bem como conduziu investigações em áreas perto do equador onde mudanças na superfície forma detectadas em 2010.

A imagem acima foi gerada a partir de imagens brutas adquiridas em vermelho, verde e azul, canais da luz visível do espectro. Essa imagem revela alguma estrutura nas camadas superiores de hidrocarbonetos que se estendem acima das nuvens opacas de cor laranja do satélite alcançando entre 400 e 500 km de altura. A atmosfera de Titã é aproximadamente 10 vezes mais espessa que a atmosfera da Terra.

O sobrevoo iniciado em 6 de Junho de 2012 foi o segundo de uma série de passagens que a sonda Cassini irá fazer numa órbita mais inclinada onde a sonda ficará por mais três anos investigando as regiões polares de Saturno e obtendo imagens melhores do seu sistema de anéis.

Fonte:

http://www.universetoday.com/95756/on-the-edge-of-titan/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .