O Vulcão e a Pluma de Cinzas do Puyehue-Cordón Caulle

No dia 4 de Junho de 2011, uma fissura aberta no Complexo Vulcânico de Puyehue-Cordón Caulle no Chile, enviou cinzas a uma altura de 14000 metros de altura no ar. O instrumento Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS) a bordo do satélite Aqua da NASA capturou a imagem acima em cor natural pouco depois da erupção ter se iniciado.

A pluma de cinzas marrom alcançou uma altura acima das nuvens, cobrindo boa parte da cena e gerando sombras que se estendiam em direção sudeste. Ao longo da borda da pluma, parece ter material mais pesado que está caindo da nuvem de cinza, enquanto que as finas partículas permanecem suspensas na atmosfera.

Após essa imagem ter sido feita, a cinza rapidamente foi soprada na direção leste ruma à Argentina. Próximo da fronteira na cidade de Bariloche, uma camada de cinza vulcânica de 30 centímetros cobriu o chão relatou o Buenos Aires Herald. A polícia da Argentina coletou pedras-pomes do tamanho de bolas de golfe que estavam no mínimo a 21 km da erupção.

À medida que a erupção continuou a pluma foi soprada para o norte então para leste sobre o Oceano Atlântico, alcançando aproximadamente 3300 quil6ometros de comprimento. A nuven de cinzas vulcânicas forçou o cancelamento de voos em alguns aeroportos da Argentina, incluindo os dois aeroportos de Buenos Aires. Além disso problemas no Uruguai e no sul do Brasil também foram causados pelas cinzas vulcânicas.

O Complexo Vulcânico de Puyehue-Cordón Caulle é uma cadeia de formações que inclui o vulcão Puyehue, a caldeira da Cordillera Nevada e a zona de rift de Cordón Caulle. O complexo é ativo, com a última ocorrendo em 1990 e a última grande erupção acontecendo em 1960, tanto na zona de rift do Cordón Caulle. A erupção de 2011 parece ter se originado numa área a nordeste das aberturas que entraram em erupção em 1960, disse o vulcanologista Eric Klemetti.

Na tarde do dia 6 de Junho de 2011, a erupção havia começado a diminuir de intensidade disse a agência mineral e geológica chilena SERNOGEOMIN. As imagens abaixo também feitas pelo instrumento MODIS mostram a evolução da pluma de cinzas.

Fonte:

http://earthobservatory.nasa.gov/NaturalHazards/view.php?id=50862

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.