O Par Arp 142 É Observado Em Detalhe Pelo Hubble

arp142_hubble_3368

observatory_15038O que está acontecendo com essa galáxia espiral? Há apenas algumas centenas de milhões de anos atrás, a NGC 2936, a galáxia mais superior das duas mostradas acima, provavelmente era uma galáxia espiral normal – rodando e criando estrelas – levando sua própria vida. Mas então ela passou muito perto de uma galáxia elíptica massiva, a NGC 2937 abaixo, e deu então um mergulho. Chamada de Galáxia do Golfinho, devido a sua forma icônica, a NGC 2936, não está somente sendo defletida, mas também sendo distorcida pelo encontro gravitacional. Uma explosão de estrelas jovens e azuis forma o nariz do golfinho em direção à parte esquerda da galáxia superior, enquanto o centro da galáxia espiral lembra um olho. De modo alternativo, o par de galáxias, é conhecido como Arp 142, e parece muito com um pinguim protegendo o seu ovo. Além disso, intrigantes linhas de poeira escuras e correntes brilhantes de estrelas azuis criam um rastro da galáxia perturbada para a parte inferior direita. A imagem acima recentemente lançada mostra o par Arp 142 com detalhes sem precedentes e foi feita pelo Telescópio Espacial Hubble no ano de 2012. O par Arp 142 localiza-se a aproximadamente 300 milhões de anos-luz de distância da Terra na direção da constelação da Cobra da Água (Hydra). Em bilhões de anos, as duas galáxias provavelmente se fundirão em uma única e grande galáxia.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap130624.html

alma_modificado_rodape38

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo