fbpx
27 de setembro de 2021

O Novo Observatório Espacial de Raios-X Spektr-RG É Lançado Com Sucesso

Um satélite de observação do céu em raios-X russo e europeu, melhor dizendo, alemão, foi lançado com sucesso a bordo de um foguete Proton, nesse sábado, dia 13 de Julho de 2019.

A missão conhecida como Spektrum-Röntgen-Gamma, também chamada de Spektr-RG, é uma parceria entre a agência espacial russa, a ROSCOSMOS e a agência espacial alemã, a DLR. O Spektr-RG foi lançado para o espaço desde o Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, nesse sábado, dia 13 de Julho de 2019, às 9:31, hora de Brasília, e o Space Today acompanhou ao vivo esse lançamento.

O lançamento aconteceu depois de alguns adiamentos. Uma tentativa de lançar a missão Spektr-RG aconteceu no dia 21 de Junho de 2019, mas foi cancelada devido a problemas no estágio superior Bloco DM do foguete Proton. A ROSCOSMOS então adiou o lançamento para a sexta-feira, dia 12 de Julho de 2019, e o devido a um problema com o foguete, o lançamento foi transferido para esse sábado dia 13 de Julho de 2019.

O satélite astrofísico Spektr-RG irá agora navegar para uma órbita estável conhecida como Ponto de Lagrange, mais especificamente para o L2, onde as forças gravitacionais da Terra e do Sol são equilibradas. Nessa posição, o Spektr-RG poderá realizar suas observações utilizando uma quantidade mínima de combustível.

A expectativa é que a sonda detecte cerca de 100 mil aglomerados de galáxias e aproximadamente 3 milhões de buracos negros supermassivos, dezenas de milhares de galáxias em estágio de formação de estrelas, a presença de plasma, o gás superaquecido, e muitos outros objetos de acordo com a própria ROSCOSMOS.

O observatório espacial inclui dois telescópios de raios-X, os chamados ART-XC e o eROSITA. O ART-XC, russo irá examiner os raios-X de mais alta energia, com cerca de 30 keV, enquanto que o eROSITA, nome que significa Extended Röentgen Survey Imaging Telescope Array, está otimizado para observar os raios-X com energia entre 0.5 e 10 keV.

A unidade keV se refere a diferença de potencial elétrico. Um elétron volt, ou eV, é uma unidade de energia igual à quantidade de energia de um elétron (uma partícula carregada negativamente) ganha quando é acelerado devido a uma diferença de potencial de 1 volt. Um quiloeletronvolt, ou keV é igual a 1000 elétron volts.

O ART-XC terá um campo de visão mais estreito e foi desenvolvido para observar objetos com um intervalo de energia menor do que o eROSITA. Uma sobreposição na sensibilidade do eROSITA e do ART-XC é útil para que seja executada uma calibração entre os dois instrumentos e para aumentar a confiabilidade dos resultados científicos.

A expectativa é que a sonda Spektr-RG demore três meses para entrar em operação nesse período ela irá viajar até o L2 que fica a 1.5 milhão de quilômetros da Terra e irá passar por um processo de calibração.

Fonte:

https://www.space.com/russia-launches-x-ray-space-observatory-spektr-rg.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo