fbpx
27 de fevereiro de 2024

O Mundo Magnético

Reduzir a Terra a um pequeno mundo como no Pequeno Príncipe agora é possível, e nessa representação o céu passa a ocupar todo o planeta. Mas se você registrar, numa foto de longa exposição, os rastros das estrelas no céu, quando esse panorama é dobrado para tomar a forma da projeção do pequeno mundo esses rastros fotografados irão parecer como linhas de um campo magnético cósmico. Eles lembram as chamadas ondas gravitacionais que os cosmologistas esperam um dia detectar. Se você olhar a foto acima que originalmente era uma foto panorâmica e que foi dobrada para ter essa projeção, você verá que a bola no meio é a praia de onde a foto foi feita. A massa escura irregular que aponta para o céu são colinas localizadas na praia, com as luzes amareladas sendo as luzes dos prédios da cidade. Na borda da bola central, estão algumas formas fantasmas que parecem ser astrônomos juntamente com seus telescópios montados em tripés. A Lua também aparece nessa imagem, você é capaz de identifica-la? Ela estava na fase crescente duas noites antes dessa imagem panorâmica ser feita e ela se mostra na imagem como um pequeno rastro com brilho azulado, acima do topo da bola. Essa projeção do pequeno planeta tem o objetivo de mostrar as coisas como nós realmente a vimos, ou seja, nós estamos no centro de um pequeno espaço com a escuridão para todas as direções e com as estrelas passando de maneira infinita sobre as nossas cabeças.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/January+31%2C+2012

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo