O Intrigante Objeto J 900 É Registrado em Alta Resolução Pelo Telescópio Espacial Hubble

Masquerading as a double star

observatory_150105O objeto na imagem acima é conhecido como Jonckheere 900 ou J 900, e é uma nebulosa planetária, ou seja, conchas brilhantes de gás ionizado, expelidas por uma estrela moribunda. Descoberta no começo dos anos 1900, pelo astrônomo Robert Jonckheere, a nebulosa empoeirada é pequena, mas bem brilhante com uma região central relativamente espalhada circundada por bordas filamentares suaves.

Apesar da clareza dessa imagem do Hubble, os dois objetos nessa imagem acima podem ser confundidos pelos observadores. A companheira próxima da J 900, uma estrela apagada na constelação de Gemini, muitas vezes causa problemas para os observadores, pois ela está muito próxima da nebulosa, quando observada em condições observacionais ruins, essa estrela parece estar fundida com a J 900, dando a ela uma aparência alongada. A posição do Hubble acima da atmosfera da Terra significa que isso não é um problema para o telescópio espacial.

Os astrônomos também já relataram erroneamente observações de uma estrela dupla no lugar desses dois objetos, já que a nebulosa planetária é bem pequena e compacta.

A estrela central da J 900 é visível nessa imagem e é muito apagada, mais apagada do que a vizinha da nebulosa. A nebulosa parece mostrar uma estrutura bipolar, onde existem dois lobos distintos de material sendo emanados de seu centro, encapsulados por um brilhante disco oval.

Uma versão dessa imagem entrou na competição de processamento de imagens do Hubble conhecida como Hubble’s Hidden Treasures pelo competidor Josh Barrington.

Fonte:

http://www.spacetelescope.org/images/potw1312a/

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo