fbpx

O ENVISAT Observou o Furacão Irene Por Dois Pontos de Vista Distintos


Acima podemos ver duas imagens feitas simultaneamente com diferentes sensores do satélite Envisat e que mostram o Furacão Irene, que atingiu a costa leste americana na semana passada.

A primeira imagem em preto e branco foi feita pelo radar do Envisat, e cobre as áreas costeiras da Carolina do Norte, Virginia, Maryland e Delaware.

O radar fornece uma visão pouco comum de um furacão enquanto ele mostra a superfície rugosa do oceano através das nuvens.

No centro da imagem, um ponto escuro pode ser visto onde o olho do furacão passou sobre a região de Outer Banks na Carolina do Norte. Essa área de clima sereno no centro do furacão foi visível pelo radar, pois a água calma fornece uma superfície suave e esse tipo de superfície aparece mais escura na imagem do radar.

O padrão do furacão sobre o Oceano Atlântico é evidente: áreas brilhantes correspondem ao mar agitado enquanto as áreas mais escuras mostram o mar de águas calmas. As áreas escuras podem ser causadas também pela chuva pesada que reduz o sinal do radar.

A segunda imagem foi feita pelo instrumento MERIS do Envisat e mostra o padrão típico em espiral das nuvens que constituem um furacão.

As duas imagem foram capturadas às 12:15, hora de Brasília do dia 27 de Agosto de 2011. O Furacão Irene continuou ao longo da costa americana para o norte onde deixou dezenas de pessoas mortas e causou prejuízos de bilhões de dólares. 

Fonte:

http://www.esa.int/esaEO/SEMM62VTTRG_index_0.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .