fbpx

O Eclipse Total do Sol de 29 de Março de 2006 Visto Do Espaço Pelo Satélite MSG

A imagem acima mostra o eclipse total do Sol de 29 de Março de 2006 como observado do espaço pelo satélite MSG, em órbita geoestacionária a 36000 quilômetros acima do equador. Pode-se notar na imagem que a área eclipsada onde a sombra da Lua atinge a superfície da Terra localiza-se sobre uma área sem nuvens na parte leste central do Deserto do Saara. A região que experimentou o eclipse total no momento dessa imagem, adquirida às 10:00 UTC está localizada no centro da região mais profunda de sombra, a umbra. Essa região tem um diâmetro de aproximadamente 180 km. A região escura penumbra, está fora dessa zona de sombra mais profunda e por isso os moradores dessa região observaram um eclipse parcial do Sol.

Os satélites MSG são operados pela EUMETSAT e foram desenvolvidos em conjunto com a Agência Espacial Europeia (ESA). O instrumento primário do MSG é o Scanning Enhanced Visible and InfraRed Imager (SEVIRI), que mede a luz em 11 canais espectrais do visível até o infravermelho térmico. A resolução da maioria dos canais é de 3 km no ponto nadir, ou seja, no ponto diretamente abaixo do satélite. A imagem acima é uma composição de três canais espectrais do SEVIRI combinados com os dados do Blue Marble Next Generation da NASA. Essa combinação permite a geração de imagens em cores verdadeiras dos instrumentos do satélites que são otimizados para observações meteorológicas.

Fonte:

http://epod.usra.edu/blog/2011/08/total-solar-eclipse-from-the-perspective-of-space.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .