fbpx
25 de fevereiro de 2024

O Distante Limbo Oeste da Lua


Seis mares da Lua em uma única imagem. Existe algum outro lugar na Lua onde uma imagem com essa escala pudesse mostrar tantas feições? Claro, Spumans e Undarum dificilmente contam para eles pois são tão pequenos e não preenchem as bacias de impacto como fazem a maior parte dos mares em boas condições. O grande astrônomo e que mapeava muito bem a Lua, Julius Franz denominou essas duas manchas de lavas escuras no início do século 20 durante seus estudos sobre os limbos da Lua. Mas por algum motivo, Franz não denominou um mar isolado semelhante entre Marginus e Crisium, que seguindo Ewen Whitaker, chamamos de Lacus Risus Felis, ou Lago do Sorriso do Gato. E apenas visível de forma delicada está o Turbilhão Margins, L100, que é antípoda à Bacia Orientale.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/October+30%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo