fbpx

O Cometa Garradd, Manchas Solares e a Pequena Nuvem de Magalhães na Galeria de Imagens de 23 de Agosto de 2011


O fotógrafo que registrou essa cena, teve uma chance incrível, a de registrar o Cometa Garradd e o M15 na mesma tomada na manhã do dia 2 de Agosto de 2011. Essa foto foi feita com uma exposição total de 23 minutos através de um Skywatcher Equinox 80 mm, com uma câmera Canon 350XT modificada, WO .8x FF/RR (400 mm FL) e com o foco no M15 e no cometa. Aquisição com nebulosidade, guia automática com SSAG/PHD, calibração, alinhamento e empilhamento na nebulosidade, imagem final processada no PS CS5. Foto feita desdeKitchener-Waterloo (Ontário, Canadá)próximo a Listowel, na manhã do dia 2 de Agosto de 2011.

A imagem acima mostra um alinhamento de manchas solares que ocorreu no início do mês de Agosto de 2011. As manchas solares aparecem escuras pois elas são aproximadamente 3000? F mais frias do que a superfície ao redor. Mesmo assim, elas ainda atingem as impressionantes temperaturas de 8000? F. A foto foi feita com o Lunt Solar Systems LS60THa/B1200CPT Hydrogen-alpha solar telescope, Tele Vue 2.5x Powermate, Imaging Source DMK31 CCD camera, exposições de 1.120 ? 1/154 segundos, foto feita em 2 de Agosto de 2011, entre as 10:56 e 11:57 hora de Brasília, desde Hendersonville no estado americano do Tennessee.

A Pequena Nuvem de Magalhães é uma galáxia do tipo irregular. Ela pode ser distorcida pelas forças gravitacionais da nossa Via Láctea e também da Grande Nuvem de Magalhães. O interessante é ver a variedade de objetos extra galácticos como nebulosas e aglomerados de estrelas que podem ser observados através de telescópios amadores. À direita está o Aglomerado globular NGC 104, separado por somente 90 arcos de minutos (em distância aparente), o NGC 362 está acima e brilha com magnitude 6.8 com um tamanho de 14 arcos de minutos. A imagem foi feita com um Carl Zeiss Jena de 135 mm em f/3.5. O tempo total de exposição foi de 105 minutos desde um local escuro a 110 quilômetros a norte de Buenos Aires na Argentina.


Fonte:

http://www.astronomy.com/Multimedia/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .