fbpx

O Campo Profundo Extremo do Hubble

Como se pareciam as primeiras galáxias do universo? Para ajudar a responder a essa pergunta, o Telescópio Espacial Hubble terminou de montar o seu chamado eXtreme Deep Field, ou XDF, que é considerada a imagem mais profunda do universo já feita no comprimento de luz visível. Mostrado acima, o XDF apresenta uma amostra das galáxias mais antigas já observadas, galáxias que se formaram logo depois da chamada era da escuridão do universo, a 13 bilhões de anos atrás, quando o universo tinha somente poucos por cento da sua idade atual. A câmera ACS do Hubble e o canal infravermelho da câmera WFPC3 fizeram essa imagem. Combinando esforços de mais de 10 anos, o XDF é mais sensível, em algumas cores, ao original Hubble Deep Field (HDF), ao Hubble Ultra Deep Field (HUDF), completado em 2004 e ao HUDF Infravermelho completado em 2009. Os astrônomos ao redor do mundo irão adorar estudar o XDF por anos, para assim entender melhor como as estrelas e as galáxias se formaram no começo do universo.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap121014.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .