O Brilhante Anel da Cratera Teophilus

LPOD-May10-14


observatory_1501052Usando um telescópio grande para um amador, com 18 polegadas, o astrônomo Raffaele Barzacchi, da Itália adquiriu uma imagem da área da Cratera Teophilus que pode ser comparada com a imagem da mesma área obtida pela sonda LRO, como pode ser visto abaixo.

teophilus_from_LRO


LPOD-May10b-14


Para fazer a comparação ainda mais cativante, o astrônomo adicionou a nomenclatura a sua imagem, usando uma fonte amarela como é usado no QuickMap. A imagem mostra muitas feições interessantes. O agora bem conhecido depósito de material derretido pelo impacto no flanco norte da Teophilus se mostra suave numa área sem feições. As crateras de halo escuro (da origem de impacto), como a Beaumont L, também são visíveis de forma fácil na imagem. O que é mais sutil é a mudança em brilho do anel superior interno da Teophilus. Olhe ao longo do topo do lado oeste intensamente iluminado da cratera e você pode facilmente ver que a parte superior do anel é mais brilhante do que a parte inferior. Imagens de alta resolução da LRO, confirmam o que o astrônomo capturou. Uma faixa brilhante similar tem sido notada em outras grandes crateras. Como proposto anteriormente, a parte superior brilhante é material ejetado fragmentado que caiu de volta e que pode conter anortosita ou é brilhante simplesmente pelo fato do material ser fragmentado, como no material que forma os raios de crateras?

teophilus_from_lro_high_res


Fonte:

http://lpod.wikispaces.com/May+10%2C+2014

alma_modificado_rodape1052

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo