O Asterismo da Grande Concha nos Céus do Hemisfério Norte da Terra

dippers_lodriguss_960

observatory_150105Você vê isso? Essa questão comum frequentemente precede a redescoberta de uma das configurações de estrelas mais reconhecidas do céu do norte: o Big Dipper (a Grande Concha). Esse agrupamento de estrelas é uma das poucas coisas que provavelmente têm sido observada e será observada por cada geração. A Grande Concha, não na verdade uma constelação. Embora seja parte da constelação da Ursa Maior, a Grande Concha é um asterismo que recebeu diferentes nomes dependendo da sociedade onde ele foi observado. Cinco das estrelas da Grande Concha estão na verdade perto uma das outras no espaço e provavelmente se formaram ao mesmo tempo. Conectando duas estrelas na parte mais distante da Grande Concha nos levará até a estrela Polaris (figura abaixo), ou Estrela do Norte, que é parte da Pequena Concha. Movimentos estelares relativos farão com que a Grande Concha mude vagarosamente sua configuração aparente nos próximos 100000 anos.

dippers_lodriguss_960_01

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap130421.html

alma_modificado_rodape105

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.