fbpx

O Aglomerado Globular NGC 6441 Em Imagem Espetacular Feita Pelo Hubble

Como se fossem flocos de neve, as estrelas do aglomerado globular NGC 6441 brilham de forma magnífica no céu noturno, a cerca de 13 mil anos-luz do centro da Via Láctea. Também como flocos de neve, o número exato de estrelas existentes nesse aglomerado é praticamente impossível de se dizer. Estima-se que, se somadas, todas as estrelas no aglomerado tenham 1.6 milhão de vezes a massa do Sol, fazendo do NGC 6441, um dos mais massivos e mais luminosos aglomerados globulares da Via Láctea.

O NGC 6441 é o lar de 4 pulsares que completam uma única rotação em poucos milissegundos. Também, escondida nesse aglomerado está a nebulosa planetária JaFu 2. Como vocês já sabem nebulosa planetária nada tem a ver com planetas, ela representa na verdade uma fase na evolução de estrelas com massa intermediária, as nebulosas planetárias duram poucas dezenas de milhares de anos, o que na verdade é um piscar de olhos em escalas astronômicas.

Existem cerca de 150 aglomerados globulares conhecidos na Via Láctea. Os aglomerados globulares contêm as primeiras estrelas produzidas na galáxia, mas os detalhes sobre a sua origem e evolução ainda são temas de estudos pelos astrônomos.

Crédito:

ESA/Hubble & NASA, G. Piotto

Fonte:

https://www.spacetelescope.org/images/potw2022a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .