O Aglomerado de Galáxias de Perseus

Aqui está um dos maiores objetos que qualquer um irá observar no céus. Cada uma dessas difusas bolhas é uma galáxia, juntas elas constituem o Aglomerado de Galáxias de Perseus, um dos aglomerados mais próximos. O aglomerado é visto através de um primeiro plano constituído de estrelas apagadas pertencentes à nossa Via Láctea. Próximo ao centro do aglomerado, a aproximadamente 250 milhões de anos-luz de distância está a galáxia que domina o aglomerado, a NGC 1275, vista na imagem acima, como uma grande galáxia na parte esquerda da imagem. Considerada uma prodigiosa fonte de raios-X e de emissão de ondas de rádio, a NGC 1275 cresce à medida que gás e outras galáxias caem dentro dela. O Aglomerado de Galáxias de Perseus, também catalogado como Abell 426, é parte do super aglomerado Pisces-Perseus que se espalha por mais de 15 graus e contém mais de 1000 galáxias. Considerando a distância da galáxia NGC 1275, essa visão cobre aproximadamente 15 milhões de anos-luz.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap110712.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo