fbpx
26 de fevereiro de 2024

Hubble Faz Imagem de Antigo Aglomerado Globular Repleto de Estrelas Jovens

Com a aparência de um tesouro de pedras preciosas na coleção de um imperador, esse objeto do céu profundo chamado de NGC 6752 é de fato para ser admirado com carinho. Esse objeto é um aglomerado globular de estrelas e tem mais de 10 bilhões de anos de vida, considerado assim uma das coleções de estrelas mais antigas de que se tem conhecimento. Ele está brilhando firme e forte por um período equivalente ao dobro de vida do Sistema Solar.

O NGC 6752 contém um grande número das estrelas conhecidas como azuis errantes, algumas delas visíveis nessa imagem. Essas estrelas apresentam características de estrelas mais jovens do que suas vizinhas, apesar dos modelos sugerirem que a maior parte das estrelas existentes dentro de um aglomerado globular devam ter se formado aproximadamente no mesmo período. A origem dessas estrelas errantes azuis ainda é um grande mistério.

Estudos do NGC 6752 podem ajudar a desvendar tal mistério. Aparentemente um número relativamente alto, mais de 38%, das estrelas dentro da região central são sistemas binários. As colisões entre estrelas nessa região turbulenta poderia produzir essas estrelas azuis errantes.

Localizado a 13000 anos-luz de distância, o NGC 6752, está muito além do nosso alcance, ainda que as imagens do Hubble como essa mostrem detalhes surpreendentes do objeto.

Fonte:

http://www.spacetelescope.org/images/potw1205a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo