fbpx
29 de fevereiro de 2024

A Nebulosa da Hélice Como Observada Pelo Telescópio VISTA do ESO

Será que o nosso Sol um dia se parecerá com a imagem acima? A Nebulosa da Hélice é um dos exemplos mais brilhantes e mais próximos de uma nebulosa planetária, ou seja, uma nuvem de gás criada no final da vida de uma estrela parecida com o Sol. Os gases externos da estrela expelidos no espaço aparecem para nós na Terra devido ao nosso ponto de vista como se nós estivéssemos olhando para uma hélice. O núcleo estelar central, destinado a se tornar uma estrela do tipo anã branca, brilha com uma radiação tão energética que faz com que o gás expelido previamente brilhe por fluorescência. A Nebulosa da Hélice tem a designação técnica e oficial de NGC 7293, e localiza-se a uma distância aproximada de 700 anos-luz na direção da constelação Aquarius, o Aquário e se espalha por 2.5 anos-luz. A imagem acima foi feita em três cores da luz infravermelha pelo telescópio de 4.1 metros chamado de VISTA (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy) localizado no Observatório do Paranal do European Southern Observatory no Chile. Uma visão detalhada da borda interna da Nebulosa da Hélice mostra complexos nós de gás de origem até agora desconhecida.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap120131.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo