NADA DE VIDA NAS SALMOURAS MARCIANAS | SPACE TODAY TV EP2216

ENTRE NA COMUNIDADE SPARKLE DO SPACE TODAY NO HOTMART:

https://sparkle.onelink.me/twwu/spacetoday

——————————————————————–
VISITE A LOJA DO SPACE TODAY:

https://www.spacetodaystore.com

——————————————————————–

SEJA MEMBRO DO SPACE TODAY E AJUDE COM A CRIAÇÃO DE CONTEÚDO SÉRIA NA ÁREA DE ASTRONOMIA:

https://www.patreon.com/spacetoday

https://apoia.se/spacetoday

https://www.youtube.com/channel/UC_Fk7hHbl7vv_7K8tYqJd5A/join

——————————————————————–

Água na superfície, uma das grande polêmicas de todo o Sistema Solar, e algo que os pesquisadores buscam desesperadamente.

Isso, pelo simples fato de que com a água atualmente na superfície marciana, as chances de se encontrar vida seriam muito grandes.

Porém, Marte tem temperaturas muito baixas e é muito seco , com isso, qualquer gota de água que cai na superfície congela instantaneamente, ou evapora.

Com isso dizemos que a água em estado líquido não é estável na superfície marciana.

Uma maneira de manter a água em estado líquido na superfície de Marte seria através das salmouras.

Com a adição de sais, que é algo que existe em Marte, o ponto de congelamento diminuiria e com isso, a água evaporaria mais lentamente.

E aí surge a grande questão, será que seria possível existir vida nessas salmouras?

Só para lembrar até o momento não foi encontrada em nenhum lugar de Marte, água no estado líquido na superfície do planeta.

Por conta disso, um grupo de pesquisadores resolveu criar um modelo para entender tudo isso, a formação de salmouras, o tempo que elas poderiam persistir e se seriam capazes de abrigar a vida.

Os pesquisadores desenvolveram um modelo com base nos dados climáticos e atmosféricos que eles têm de Marte.

Eles descobriram que a temperatura máxima que a salmoura teria em Marte seria de -48 graus Celsius, o problema é que essa temperatura está bem perto do limite mais baixo para que a vida possa existir.

Mesmo as formas de vida extremas encontradas na Terra têm limites, e essa temperatura está bem abaixo da mais baixa temperatura onde a vida pode existir.

Mas calma, nem tudo está perdido, os pesquisadores descobriram algo interessante.

A salmoura estabiliza um pouco a água na superfície marciana, fazendo com que em 40% da superfície de Marte possa existir água líquida por cerca de 2% do ano marciano.

No equador marciano essa salmoura poderia persistir por cerca de 6 horas consecutivas, bem mais do que se pensava anteriormente.

Isso pode ajudar e muito na colonização de Marte, ou no pouso de seres humanos em Marte.

Pois de certa forma reduziria o risco exploratório e daria aos seres humanos, novos recursos para persistirem em Marte.

Embora esse estudo mostre que não temos vida na superfície marciana ele ajuda mostrar situações que podem ser interessantes para a exploração do Planeta Vermelho.

Fonte:

https://www.swri.org/press-release/mars-climate-model-habitability-salt-water

#MARS #LIFE #SPACETODAY

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.