Momento Histórico – Helicóptero Ingenuity Faz O Primeiro Voo da Humanidade Em Outro Mundo

O pequeno helicóptero Ingenuity fez história, pairando sobre a Cratera Jezero, demonstrando que é possível fazer um voo controlado e motorizado em outra planeta.

Na segunda-feira, dia 19 de abril de 2021, o helicóptero Ingenuity da NASA tornou-se a primeira aeronave na história a fazer um voo controlado e motorizado em outro planeta. A equipe do Ingenuity no Jet Propulsion Laboratory da NASA no Sul da Califórnia confirmou o sucesso do voo depois de receber os dados do helicóptero através do rover Perseverance da NASA às 7:46, hora de Brasília.

O Ingenuity dá uma bela continuidade a uma tradição da NASA de encarar a exploração espacial e cumprir objetivos pensados por muitos como impossíveis. O X-15 foi o teste para o ônibus espacial, a Mars Pathfinder e o Sojourner foram o teste para mostrar que rovers poderiam circular pela superfície de Marte. Hoje, nós não sabemos onde o Ingenuity vai nos levar, mas os resultados indicam que o céu, pelo menos em Marte, não é mais o limite.

O helicóptero que funciona com uma bateria solar decolou em Marte às 4:34 da madrugada da segunda-feira, dia 19 de abril de 2021, no horário de Brasília, que corresponde às 12:33 no Local Mean Solar Time, ou seja, na hora de Marte. Esse foi o momento que a equipe do Ingenuity determinou como sendo o momento de ótima energia para as condições de voo. Os dados do altímetro indicam que o Ingenuity chegou a uma altura máxima de 3 metros e se manteve pairando de forma estável por 30 segundos. Ele então desceu, e tocou novamente a superfície marciana depois um voo total de 39.1 segundos. Detalhes adicionais do voo ainda serão enviados para a Terra nos próximos dias.

A demonstração de voo inicial do Ingenuity foi autônomo, pilotado por um sistema interno de guiagem, navegação e controle, rodando algoritmos desenvolvidos pela equipe no JPL. Pelo fato de ser necessário enviar os dados para Marte usando satélites na órbita do planeta e a Deep Space Network, o Ingenuity não pode voar sendo pilotado com um joystick, e o seu voo não pode ser observado da Terra em tempo real.

Há 117 anos os irmãos Wright fizeram com sucesso o primeiro voo no planeta Terra (sem mimimi, por favor), e o helicóptero Ingenuity fez o primeiro voo com sucesso em outro mundo. Embora esses dois momentos históricos na aviação estejam separados por centenas de milhões de quilômetros, eles agora estarão unidos para sempre. Em homenagem aos dois construtores de bicicleta de Dayton, esse primeiro campo de voo em outro planeta é a partir de agora chamado de Campo De Voo Dos Irmãos Wright, em reconhecimento à ingenuidade e à inovação que continua a impulsionar a exploração.

O piloto chefe do Ingenuity, Havard Grip, anunciou que a International Civil Aviation Organization, a ICAO, a agência de aviação civil das Nações Unidas, presenteou a NASA e a Federeal Aviation Administration, a famosa FAA, com a designação oficial IGY para o Ingenuity.

Esses detalhes serão incluídos oficialmente na próxima edição da publicação da ICAO, Designators for Aircraft Opertaing Agencies, Aeronautical Authorities and Services. O local de voo também tem uma designação oficial agora, JZRO, para Cratera Jezero.

Como um dos projetos de demonstração de tecnologia da NASA, o Ingenuity com seus 49 centímetros de altura, não tem nenhum instrumento científico dentro da sua fuselagem. O helicóptero de 1.8 kg tem como objetivo somente de demonstrar se é possível explorar o Planeta Vermelho no futuro pelo ar.

O primeiro voo foi cheio de coisas desconhecidas. O Planeta Vermelho tem uma gravidade muito menor que a da Terra, um terço, e uma atmosfera extremamente fina, com somente 1% da pressão atmosférica do nosso planeta. Isso significa que tem poucas moléculas de ar para que as hélices de 1.2 metros de comprimento do Ingenuity possam interagir para realizar o voo. O helicóptero contém alguns componentes únicos, bem como partes comerciais, muitas delas provenientes da indústria de telefonia celular, que foram testadas no espaço profundo pela primeira vez com essa missão.

O projeto do helicóptero marciano tem um verdadeiro céu azul de aplicabilidade para estudar conceitos de engenharia e realizar o primeiro voo em outro mundo em apenas seis anos. Esse projeto realizou algo inédito testemunhado por todos da NASA em diversos centros de pesquisa espalhados pelo país. É o tipo de tecnologia que dá orgulho ao JPL e a NASA como uma agência governamental.

Estacionado a 64.3 metros de distância, no Ponto de Observação Van Zyl, durante o voo histórico do Ingenuity, o rover Perseverance, não somente agiu como uma base comunicação entre o helicóptero da Terra, mas também observou e registrou o voo com suas câmeras. As imagens da Mastcam-Z e da Navcam forneceram dados adicionais sobre o voo do helicóptero.

Mas isso não foi o fim, muito pelo contrário é o começo, com esse primeiro voo abre-se uma avenida gigantesca para a exploração marciana.

O Perseverance pousou em Marte com o Ingenuity acoplado à sua barriga em 18 de fevereiro de 2021. O helicóptero foi liberado na superfície marciana da Cratera Jezero no dia 3 de abril de 2021 e atualmente ele está cumprindo o seu décimo sexto Sol em Marte, dos 30 Sol programados para os voos de testes. Nos próximos 3 sols, a equipe do helicóptero irá receber e analisar todos os dados e imagens feitas desse primeiro teste para formular um plano para o segundo voo experimental, programado para acontecer em 22 de abril de 2021. Se o helicóptero sobreviver ao segundo voo de teste, a equipe do Ingenuity irá considerar qual será a melhor estratégia para expandir os voos.

O JPL que construiu o Ingenuity, também gerencia o projeto de demonstração de tecnologia para a NASA. Ele é suportado pelo Science, Aeronautics and Space Technology Mission Direcorates da NASA. O Ames Research Center da NASA no Vale do Silício e o Langley Research Center em Hampton, na Virginia, fornecem significantes análises da performance do voo e deram assistência técnica durante o desenvolvimento do Ingenuity.

Dave Lavery é o executivo do programa para o Ingenuity Mars Helicopter, MiMi Aung é a gerente de projeto e Bob Balaram é o engenheiro chefe.

Para mais informações sobre o Ingenuity, acesse:

https://go.nasa.gov/ingenuity-press-kit

e

https://mars.nasa.gov/technology/helicopter

O principal objetivo da missão do rover Perseverance em Marte é a astrobiologia, incluindo a busca por sinais de vida microbiana antiga em Marte. O rover irá caracterizar a geologia do planeta, o seu antigo clima e irá pavimentar o caminho para a exploração humana do Planeta Vermelho , e será a primeira missão a coletar amostras de rocha e do regolito marciano.

Uma missão subsequente da NASA em cooperação com a ESA irá enviar uma sonda para Marte para coletar as amostras seladas em tubinhos na superfície do planeta e enviar essas amostas de volta para a Terra, para análises mais profundas.

O JPL construiu e gerencia as operações do rover PErseverance. O JPL é gerenciado para a NASA pelo Caltech em Pasadena, na Califórnia.

Fonte:

https://www.jpl.nasa.gov/news/nasas-ingenuity-mars-helicopter-succeeds-in-historic-first-flight

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.