fbpx

Missão Científica da Sonda Dawn no Asteroide Vesta Começa e as Atualizações de Imagem Agora Serão Diárias

Agora que a missão científica da sonda Dawn em órbita do asteroide Vesta realmente começou, vamos poder acompanhar atualizações diárias de imagens, com uma página índice que pode ser acessada aqui: http://dawn.jpl.nasa.gov/multimedia/image_of_the_day_Aug11.asp. As imagens mostram, crateras, crateras e mais crateras, mas embora a primeira vista possa ser algo chato e tedioso ficar olhando para centenas, talvez milhares de crateras elas as vezes podem se revelar alvos interessantes para estudos. Aqui são apresentadas as últimas imagens atualizadas do Vesta registradas pela câmera de enquadramento da sonda Dawn. Essa câmera possui uma resolução de 260 metros em todas as imagens, com exceção da primeira imagem mostrada acima que é na verdade um anáglifo do equador do Vesta e que foi gerado a partir de duas imagens obtidas com os filtros limpos da sonda no dia 24 de Julho de 2011. Essa imagem mostra colinas, vales, cadeias de montanhas e crateras íngremes.

A foto abaixo contém crateras que parecem ter sido formadas por algum gotejamento da cadeia à esquerda que possui um talude muito íngreme.

Essa outra imagem abaixo contém crateras com paredes arrancadas. É bem interessante observar quando uma cratera possui material que é mais brilhante ou mais escuro que o material da superfície, porém muitas crateras do Vesta parecem exibir os dois tipos.

Na foto da cratera abaixo aparecem mais crateras que parecem ter tido uma parte arrancada, mas também crateras com aparências muito estranhas, como a direita do centro perto da parte superior da imagem, que parecem uma forma meio termo entre uma cratera de impacto e um cone vulcânico, com um anel muito alto e afiado.

Outra imagem de crateras que não é nada tediosa é a que é mostrada abaixo e já foi apelidada carinhosamente de Boneco de Neve. As duas principais crateras que formam essa feição possui algo em torno de 50 a 60 quilômetros de diâmetro. Só para se ter uma ideia de algo que estamos falando quase que todo dia, elas tem mais do que o dobro de tamanho da cratera Endeavour que a Opportunity está explorando agora em Marte, ou seja, elas são realmente grandes.

Fonte:

http://dawn.jpl.nasa.gov/multimedia/image_of_the_day_Aug11.asp

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .