fbpx
23 de fevereiro de 2024

Medindo a Altura do Pico Central da Cratera Pythagoras


A imagem acima mostra a cratera Pythagoras na Lua com destaque para o seu pico central. Essa imagem e as marcações observadas nela foram usadas para determinar a altura do pico central da cratera. Pode-se notar também que o pico central gera uma sombra, que pode ser útil na medida da altura precisa da sua altura. As coordenadas do pico são 62.78?W, 63.45?N, e as coordenadas da ponta da sombra gerada pelo pico são 61.17?W, 63.55?N. Com essas coordenadas já é possível estimar a altura do pico central da cratera Pythagoras. Para fazer uma estimativa mais precisa foram usadas como calibração as crateras Carpenter W, Markov E, sendo que suas coordenadas foram obtidas dos mapas gerados pela sonda LRO. A imagem acima foi feita com um telescópio refrator de 6 polegadas e a altura obtida para o pico central da cratera Pythagoras foi de 2988 metros mais ou menos 200 metros. Mas qual a precisão desse valor encontrado? A sonda Clementine mediu o mesmo pico e encontrou uma altura de 3.27 km e o altímetro laser da sonda Kaguya também mediu a altura do pico central da cratera Pythagoras e encontrou o valor de 3 km. Assim a medida feita com um telescópio de tamanho modesto e com algumas ferramentas de processamento de imagem se mostraram com uma precisão excelente para estimar a altura de picos e o tamanho de outras feições na Lua.

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/October+29%2C+2011


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo