Marte Entrará em Conjunção Solar Após o Sétimo Aniversário da Sonda Opportunity em Seu Solo

A equipe que opera a sonda da NASA Mars Rover Opportunity em Marte irá suspender temporariamente os comandos por 16 dias depois da sonda completar o seu sétimo aniversário em solo marciano, mas a sonda continuará cheia de serviço.

Pela quarta vez desde que a Opportunity pousou em Marte no dia 25 de Janeiro de 2004, as órbitas dos planetas colocarão Marte quase que diretamente atrás do Sol a partir da perspectiva terrestre.

Durante os dias em torno desse alinhamento, chamado de conjunção solar, o Sol pode corromper as transmissões de rádio entre a Terra e Marte. Para evitar que o comando seja corrompido de forma definitiva e a NASA perca o controle pela sonda, os cientistas definirão temporariamente suspender as comunicações. Esse ano, a suspensão acontecerá de 27 de Janeiro de 2011 até 11 de Fevereiro de 2011. A mesma interrupção acontecerá no mesmo período para as sondas Mars Reconnaissance Orbiter e para a Mars Odyssey.

O envio de dados de Marte continuará durante o período de conjunção só que numa taxa reduzida. A comunicação entre a Terra e Marte não apresenta risco para a saúde da sonda, mesmo se as transmissões forem corrompidas pelo Sol.

A sonda Mars Reconnaissance Orbiter irá reduzir também suas observações de Marte durante o período de conjunção devido a reduzida capacidade de enviar dados para a Terra e também para não encher a capacidade de armazenamento da sonda.

A Opportunity continuará enviando dados diariamente para a sonda orbital Odyssey para ser posteriormente enviado para a Terra. “De maneira geral nós esperamos receber um menor volume de dados diários da Opportunity e nenhum dado durante os dias mais profundos da conjunção”, disse Alfonso Herrera, o gerente de missão da sonda no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em Pasadena na Califórnia.

A equipe de cientistas da sonda desenvolveu um conjunto de comandos para serem enviados para a Opportunity antes da conjunção de modo que a sonda possa continuar a cumprir sua missão científica mesmo durante a interrupção no comando.

“O objetivo durante esse período será caracterizar os materiais numa área que mostrou sinais mineralógicos a partir da órbita que é diferente de tudo aquilo que a Opportunity já tinha visto”, disse Bruce Banerdt do JPL, cientista de projeto da Opportunity e de sua irmã gêmea a Spirit. A área em questão está localizada na borda sul da cratera Santa Maria, cratera a Opportunity está se aproximando do leste para o norte”.

Os cientistas dirigiram a Opportunity nos últimos dias para colocarem a sonda na posição ela ficará durante o período de conjunção. A partir dessa posição o braço robótico da sonda poderá alcançar um afloramento alvo denominado de Luis de Torres. O espectrômetro Moessbauer da sonda será colocado no alvo por alguns dias durante a conjunção para acessar os tipos de materiais presentes no afloramento. O instrumento usa uma pequena quantidade de cobalto-57 radioativo para obter informações do alvo. Com uma meia vida de menos de um ano, o cobalto tem decaído substancialmente durante os sete anos de missão da Opportunity em Marte, desse modo os últimos dias são necessários agora para ser equivalente às leituras muito mais curtas realizadas quando a missão estava no seu começo.

A Opportunity irá também fazer medidas atmosféricas durante o período  de conjunção. Após a conjunção, ela irá gastar alguns dias investigando a Cratera Santa Maria antes de retornar para a sua longa jornada em direção à Cratera Endurance, que tem 22 quilômetros de diâmetro e fica a seis quilômetros de distância da Cratera Santa Maria.

A operação de levar a Opportunity até a borda sudeste da Cratera Santa Maria fez com que ela percorresse durante o seu sétimo ano em Marte 7.4 quilômetros que é mais do que ela andou em qualquer outro ano. O odômetro da sonda marcará no dia de seu sétimo aniversário uma distância total percorrida de 26.7 quilômetros.

Fonte:

http://www.jpl.nasa.gov/news/news.cfm?release=2011-022&cid=release_2011-022&msource=11022&tr=y&auid=7651996

 

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.