Mapa Detalhado de Lavas na Lua é Apresentado Em Diferentes Cores Graças a Nova Ferramenta On-line

O Marshall Space Center da NASA lançou um conjunto de ferramentas de imagens – Lunar Mapping and Modelling Project – que mostram dados lunares. Existem na verdade três diferentes ferramentas, com sobreposições e diferentes feições. Existem várias funções disponíveis nesse novo serviço on-line que pode ser acessado aqui: http://pub.lmmp.nasa.gov/LMMPUI/LMMP_CLIENT/LMMP.html. Esse aplicativo roda em flash em computadores com MACOS e com WINDOWS. A imagem acima é um exemplo e foi criada selecionando um mosaico feito por uma sonda Lunar Orbiter como a camada base da imagem e sobreposta a ela foi colocado um mapa que mostra a abundância de titânio, mapa esse gerado pela sonda Clemntine. A fonte para o baixo nível de titânio (regiões em azul escuro) são os fluxos de lava próximos da parte central inferior da imagem, e as lavas que fluíram para baixo se depositaram sobre lavas mais velhas de mares lunares (em cinza) na direção do centro da Bacia Imbrium. Quase que alinhadas estão ilhas de material um pouco mais velho visíveis próximo da região inferior direita da imagem, e o material ejetado da Helicon é um terreno localmente mais elevado, enquanto que a Le Verrier ocupa a parte final oeste da área elevada. As grandes cadeias de mares da Cadeia Straight até a Prom Laplace na direção oeste foram altas o bastante para parar o fluxo de lavas de cor azul, nos casos onde o relevo era baixo o fluxo atravessou se estendendo na direção da Prom. Heraclides e fluindo assim dentro da Sinus Iridum. A habilidade de se registrar dados geoquímicos a partir de imagens feitas com o Sol baixo permitirá a realização de estudos de interações dos fluxos com a topografia, e ajudará a julgar as relações temporais do fluxos, dos canais e das cadeias. Essa ferramenta é realmente excelente, mas logicamente melhorias surgirão em breve, incluindo a adição  de mosaicos feitos pela câmera WAC da sonda LRO, como camadas de fundo. Como qualquer ferramenta computacional essa também precisará de integrar novas informações melhorias e outras funções, mas o valor e a qualidade dos dados da Lua é realmente espetacular além de ser uma fonte valiosa de informação sobre o nosso satélite.

Fonte:

http://lpod.wikispaces.com/May+16%2C+2011

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.