fbpx

Mais Uma Remanescente de Supernova Dá Show Nos Céus da Terra

Na galáxia próxima conhecida como a Pequena Nuvem de Magalhães, uma massiva estrela que explodiu como uma supernova e começou a dissipar o seu interior por meio de espetaculares filamentos coloridos, lembrando uma chuva de fogos de artifício é mostrada na imagem acima.

A remanescente de supernova, conhecida como EO102, é na verdade a concha azul esverdeada de detritos localizada um pouco abaixo do centro da imagem acima feita pelo Telescópio Espacial Hubble. Essa delicada estrutura, brilhando numa multitude de tonalidades púrpuras e vermelho amarelada reside na parte superior direita da imagem.

Estimada como tendo somente 2000 anos de vida, a E0102  é relativamente nova para as escala astronômicas e está apenas começando suas interações com o meio interestelar próximo. As jovens remanescentes de supernovas como a E0102 permitem aos astrônomos examinarem os materiais dos núcleos das estrelas massivas de forma direta. Isso nos dá uma ideia de como as estrelas se formaram de suas composições, e do enriquecimento químico da região ao redor. Além disso, as jovens remanescentes de supernovas são consideradas uma grande ferramenta para que se possa entender cada vez melhor a física envolvida nas explosões de supernovas.

A Pequena Nuvem de Magalhães é uma galáxia anã próxima da nossa Via Láctea. Ela é visível no hemisfério sul da Terra na direção da constelação de Tucana e localiza-se a aproximadamente 210000 anos-luz de distância da Terra.

Fonte:

http://www.wired.com/wiredscience/2012/02/space-photo-of-the-day/?pid=4286

 

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .