M95 A Flamejante Galáxia e Seu Anel Nuclear de Formação de Estrelas

O Very Large Telescope do ESO registrou um membro do Grupo de Galáxias Leo I, na constelação de Leo, o Leão. A galáxia M95 se apresenta de frente para nós, oferecendo assim uma visão ideal da sua estrutura espiral. Os braços espirais formam um círculo quase perfeito ao redor do centro galáctico  antes de se espalharem, criando assim um efeito de cabeleira.

Outra feição, e talvez a mais impressionante da Messier 95 é o seu núcleo. Ele contém um anel nuclear de formação de estrelas, tem quase 2000 anos-luz de diâmetro, e é o local onde uma grande proporção da formação de estrelas da galáxia ocorre. Esse fenômeno ocorre principalmente em galáxias espirais barradas como a Messier 95 e a nossa Via Láctea.

No Grupo de Galáxias Leo I, a Messier 95 é ultrapassada pela galáxia adjacente Messier 96 (mostrada na imagem abaixo). Por coincidência, a Messier 95 é o lar de uma provável supernova que foi registrada ali no dia 17 de Março de 2012. Outra coincidência é que tanto a galáxia como a supernova se encontram atualmente próximas do planeta Marte entre as estrelas da constelação de Leão.

Fonte:

http://www.dailygalaxy.com/my_weblog/2012/06/image-of-the-day-a-blazing-galaxy-its-nuclear-star-forming-ring.html

Sérgio Sacani

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Error validating access token: The session has been invalidated because the user changed their password or Facebook has changed the session for security reasons.