fbpx

Lua: Inúmeras Possibilidades de Grandes Noites de Observações

A Lua apresenta muitos segredos para serem observados. Em uma noite de observação, muitas surpresas podem ocorrer, mas para isso é necessário olhar um pouco além do óbvio. Por exemplo, muitas vezes, podemos estar olhando o Mar Fecunditatis, e normalmente sempre observaremos as crateras gêmeas Messier, seu trilho de raios até o oeste e no lado oposto, as apagadas asas de borboleta para o norte e para o sul. Porém, a imagem acima, por exemplo, ilustra que existe muito mais coisa para ser observada nessa porção da Lua. As maiores estruturas são as cadeias de mares que podem traçar um anel interno dificilmente observado  na bacia Fecunditatis. Três ou quatro anéis de mares menores próximos da margem esquerda provavelmente marcam impactos anteriores de crateras que foram posteriormente inundados por lavas de mares. E próximo da cratera sem anel existe uma estrutura vulcânica de colapso que pode ser confundida com uma cratera soterrada por lavas. Finalmente na parte esquerda pode-se observar as cadeias aparentemente irradiando da cratera Taruntius. Cadeias de mares normalmente não estão relacionadas com crateras de impacto, seria isso uma coincidência?

Fonte:

https://lpod.wikispaces.com/July+30%2C+2011

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .