fbpx

Nuvens Baixas em Vênus e a Missão Galileu

Imagem Infravermelha da Sonda Galileu Mostrando Nuvens Baixas em Vênus – P-37539

Essa imagem em cor falsa é um mapa infravermelho das nuvens de nível baixo no lado noturno de Vênus, obtida pelo Espectrômetro de Mapeamento do Infravermelho Próximo a bordo da sonda Galileu em sua aproximação do lado noturno do planeta em 10 de Fevereiro de 1990. Regiões prateadas da luz do Sol nas nuvens altas são visíveis no limbo do planeta no topo e na base. Para fazer essa imagem a sonda estava a aproximadamente 100000 km acima do planeta. A imagem foi construída usando um comprimento de onda de infravermelho de 2.3 mícron (um comprimento de onda aproximadamente três vezes  maior do que o visível pelo olho humano).

O mapa mostra a atmosfera turbulenta e nublada entre 50 e 55 km acima da superfície e entre 10 e 16 km abaixo das nuvens visíveis no topo. A cor vermelha representa o calor irradiado da baixa atmosfera (com temperaturas em torno de 400 graus Fahrenheit) iluminando as nuvens de ácido sulfúrico, que aparecem ser 10 vezes mais negras do que os vazios brilhantes entre as nuvens. Essa camada de nuvem tem uma temperatura aproximada de -30 graus Fahrenheit, com uma pressão em torno de uma vez e meia da pressão atmosférica da Terra.

Próximo ao equador, as nuvens aparecem macias e maciças, mais ao norte elas estão alongadas na direção leste-oeste com filamentos construídos por ventos de mais de 70 metros por segundo, enquanto que nos pólos são cobertos por espessas nuvens nessa altitude.

_____________________________________________________________________________________

A Missão Galileu

Galileu é uma sonda da NASA que tem a missão de ir até Júpiter, desenvolvida para estudar a atmosfera do planeta, os satélites e a magnetosfera ao redor. Ela foi lançada do Ônibus Espacial Atlantis em 18 de Outubro de 1989. A sonda Galileu consiste de um módulo orbital e de um módulo que entra na atmosfera. O Laboratório de Propulsão a Jato desenvolveu e construiu o módulo orbital e é responsável por todo o gerenciamento do projeto e das operações da missão. O módulo atmosférico foi desenvolvido e construído pela Hughes Aircraft Company com contrato com o Ames Research Center da NASA. O módulo de propulsão foi fornecido pela República Federal da Alemanha. Em torno de 120 cientistas de seis diferentes países estão envolvidos na missão.

Para alcançar Júpiter, a sonda Galileu está voando por meio de um complexo sistema de assistência gravitacional. Ela passou por Vênus em 10 de Fevereiro de 1990 e pela Terra em 8 de Dezembro de 1990, aumentando sua órbita heliocêntrica em cada um desses encontros. A assistência final de gravidade da Terra irá acontecer em 8 de Dezembro de 1992 e irá impulsionar a Galileu  numa trajetória direta até Júpiter. Esse sistema Vênus-Terra-Terra de Assistência Gravitacional (VEEGA) gastará um total de 6 anos desde o lançamento até atingir o planeta Júpiter. Ao longo desse caminho a sonda também irá encontrar com um ou dois asteróides que orbitam o cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter – a primeira vez que esse tipo de exploração acontece no Sistema Solar.

Quando chegar a seu objetivo em Dezembro de 1995, o módulo atmosférico da Galileu irá descer através das nuvens de Júpiter e irá enviar medidas científicas para a Terra por meio do módulo orbital. Após isso o módulo orbital começará um tour por Júpiter e seus satélites mapeando-os e estudando-os em detalhe, além de monitorar o comportamento da atmosfera de Júpiter e a magnetosfera por aproximadamente dois anos.

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .