fbpx
27 de fevereiro de 2024

Imagem Mostra Um Dos Telescópios Auxiliares do VLT e O Vulcão Llullaillaco Com Impressionante Clareza


A imagem acima mostra o Telescópio Auxiliar 2 do VLT do ESO sendo banhado pela pura luz do Deserto de Atacama no Chile no Cerro Paranal. Esse é um dos quatro telescópios auxiliares que são usados no processo de interferometria do VLT. Durante o dia o domo do observatório fica fechado para proteger seu sensível telescópio.

O impressionante vulcão Llullaillaco com 6739 metros de altura pode ser visto orgulhosamente parado no plano de fundo dessa imagem. Embora na imagem ele pareça relativamente próximo, ele fica na verdade a uma distância de 190 km na divisa com a Argentina. O impressionante nessa foto é que o fato de estarmos podendo  ver o vulcão Llullaillaco à distância mostra como as condições atmosféricas na região são únicas. O ar assim tão claro dessa região é um dos muitos fatores que faz desse ponto no Chile um local propício para a instalação de instrumentos da astronomia profissional. É desse ponto de vista privilegiado que os astrônomos no ESO estudam objetos que não estão a apenas de centenas de quilômetros, mas sim a bilhões de anos-luz de distância no universo.

A foto acima foi feita pelo Embaixador Fotográfico do ESO Gianluca Lombardi.

Fonte:

http://www.eso.org/public/images/potw1151a/


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo