fbpx

Imagem Mostra o Feixe de Laser Emitido Pelo VLT em Direção ao Centro da Via Láctea

Nessa imagem o fotógrafo do ESO Yuri Beletsky registrou o trabalho de um grupo de astrônomos que estão observando o centro da Via Láctea, usando para isso uma ferramenta chamada de estrela guia de laser, instrumento esse acoplado ao Yepun, um dos quatro Unit Telescopes do Very Large Telescope (VLT). O feixe laser emitido pelo Yepun cruza o maravilhoso céu do hemisfério sul e cria uma estrela artificial a uma altitude de 90 km acima da mesosfera da Terra. A cor do laser é precisamente ajustada  para energizar uma camada de átomos de sódio encontrada em uma das camadas superiores da atmosfera da Terra, no caso desse feixe pode-se observar a semelhança da cor do feixe com a cor das lâmpadas de sódio usadas em algumas cidades. Acredita-se que essa camada de átomos de sódio esteja ali pois foi deixada pelos meteoritos que entraram na atmosfera da Terra. Quando excitados pela luz do laser, os átomos começam a brilhar formando uma pequena fonte de luz que pode ser usada como referência artificial pelo sistema de óptica adaptativa. Assim,  a estrela de guia laser é parte do sistema de óptica adaptativa e é usada como referencia para corrigir os efeitos de perturbação que a atmosfera da Terra causa nas imagens registradas pelos telescópios. Usando essa técnica os astrônomos podem obter imagens mais nítidas dos objetos que estão sendo observados. Por exemplo, quando estão observando o centro da Via Láctea, os astrônomos podem monitorar melhor essa região onde um buraco negro supermassivo central que é circundado por estrelas próximas está devorando gás e poeira. O ESO desenvolveu um conceito para unidades de estrelas de guia laser compactas , nesse caso pequenos e poderosos lasers são combinados com um telescópio que lança o feixe, criando uma unidade modular única que pode ser montada diretamente em um grande telescópio.

Fonte:

http://www.eso.org/public/images/potw1036a/

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .