fbpx
23 de fevereiro de 2024

Imagem Mostra Detalhes da Nebulosa do Pelicano


A proeminente cadeia de emissão mostrada na imagem acima é denominada de IC 5067. Ela é parte de uma nebulosa de emissão bem maior que tem uma forma bem distinta e é chamada de Nebulosa do Pelicano, as cadeias se espalham por aproximadamente 10 anos-luz e seguem a curva do pescoço e da cabeça do pelicano cósmico. Essa imagem detalhada da Nebulosa do Pelicano foi construída com dados de banda estreita que mapeiam a emissão dos átomos de enxofre, hidrogênio e oxigênio usando as cores vermelho, verde e azul. Fantásticas, as formas escuras que se apresentam na imagem são nuvens de gás frio e de poeira que foram esculpidas pela radiação energética das estrelas quentes, jovens e massivas. Mas as estrelas também estão se formando dentro dessas formas escuras. De fato, os jatos gêmeos que emergem da ponta da longa proeminência escura abaixo do centro são na verdade sinais de uma protoestrela ali mergulhada catalogada como objeto Herbig-Haro 555. A Nebulosa do Pelicano propriamente dita também conhecida como IC 5070, está localizada a aproximadamente 2000 anos-luz de distância da Terra. Para encontra-la procure no céu nordeste pela brilhante estrela Deneb na constelação de Cygnus. Abaixo duas imagens da Nebulosa do Pelicano e um vídeo que mostra a aproximação da nebulosa com dados de um observatório.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap111126.html


Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo