fbpx

Imagem do Telescópio Mayall de 4 Metros de Kit Peak Mostra Detalhes Impressionantes da Galáxia do Triângulo

A galáxia do Triângulo é uma galáxia espiral localizada a aproximadamente 3 milhões de anos-luz de distância da Terra na constelação do Triângulo. Ela é catalogada como Messier 33, ou NGC 598. A galáxia do Triângulo é o terceiro maior membro do chamado Grupo Local de Galáxias que inclui a Via Láctea, a galáxia de Andrômeda e 30 outras galáxias menores. Ela é um dos mais distantes objetos que podem ser vistos a olho nu. Sendo um objeto difuso, sua visibilidade é fortemente afetada pela poluição luminosa.

A galáxia do Triângulo foi descoberta provavelmente pelo astrônomo italiano Giovanni Battista Odierna antes de 1654. A galáxia foi também descoberta de forma independente por Charles Messier na noite de 25 para 26 de Agosto de 1764. Ela foi publicada em seu Catálogo de Nebulosas e Aglomerados de Estrelas de 1771, como o objeto de número 33, daí o nome alternativo de M33.

Ela esteve entre as primeiras nebulosas espirais identificadas por Lord Rosse em 1850. Entre 1922 e 1923, John Charles Duncan e Max Wolf descobriram estrelas variáveis nas nebulosas. Edwin Hubble mostrou em 1926 que 35 dessas estrelas eram clássicas Cefeídas, permitindo a ele estimar suas distâncias com precisão. Os resultados estavam consistente com o conceito de nebulosas espirais sendo sistemas galácticos independentes de gás e poeira ao invés de nebulosas pertencentes à Via Láctea.

Com um diâmetro de aproximadamente 50000 anos-luz, a galáxia do Triângulo é o terceiro maior membro do Grupo Local, um grupo de galáxias que também inclui a Via Láctea e a galáxia de Andrômeda e ela pode ser gravitacionalmente ligada à galáxia de Andrômeda. A galáxia do Triângulo pode ser o lar de 40 bilhões de estrelas, comparada com as 400 bilhões da Via Láctea, e com as 1000 bilhões estrelas da galáxia de Andrômeda.

Fonte:

http://www.skyfactory.org/m33/index.htm

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .