fbpx

Imagem do Hubble Mostra a Nebulosa da Criação

A foto feita pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA mostra uma pequena porção de uma das maiores regiões de formação de estrelas conhecidas na galáxia, a Nebulosa Carina envolvendo alguns aglomerados estelares abertos de estrelas dominados pela Eta Carinae e pela HD 93129A, duas das mais massivas e luminosas estrelas da Via Láctea a uma distância estimada entre 6500 e 10000 anos-luz da Terra. As estrelas tem mais de 80 vezes a massa do Sol, que são raras e produzem  mais de um milhão de vezes a luz produzida pelo Sol, somente algumas dezenas dessas estrelas na galáxia são tão grandes assim, e elas vivem na borda do desastre, perto do limite de Eddington, ou seja, a pressão para fora exercida pela sua radiação é quase tão forte para contra atacar a gravidade resultando numa possível supernova ou hipernova.

Torres com três anos-luz de altura de hidrogênio frio se entrelaçam com a poeira nascendo da parede da nebulosa. A cena é semelhante ao clássico Pilares da Criação, foto feita pelo Hubble em 1995, mas essa é muito mais fantástica. O pilar também está sendo empurrado para fora, à medida que as estrelas queimam em seu interior emitindo jatos de gás que podem ser vistos fluindo dos picos das torres.

Fonte:

http://www.dailygalaxy.com/my_weblog/2011/08/-image-of-the-day-the-creation-nebula.html

Sérgio Sacani

Formado em geofísica pelo IAG da USP, mestre em engenharia do petróleo pela UNICAMP e doutor em geociências pela UNICAMP. Sérgio está à frente do Space Today, o maior canal de notícias sobre astronomia do Brasil.

Veja todos os posts

Arquivo

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .